Palau vence em Igaratá

Eleito o primeiro prefeito de Igaratá com formação superior

Política Em 07/10/2016 21:15:39

 

Eleito com 3. 594 votos, 1.547 votos a mais que o segundo colocado, o advogado Dr. Celso Palau aos 42 anos de idade será o primeiro prefeito de Igaratá com formação superior. Filho de tradicional família igarataense fez todos os estudos básicos em escola pública do município. Formou-se em direito na Universidade de Taubaté (1996) especializando-se em Direito Público no Centro Universitário Salesianos, em São Paulo. Entre 2008 e 2012 ocupou o cargo de vice prefeito, sempre pelo PSDB, partido que o elegeu no domingo passado.

Na última quinta-feira Palau visitou a redação do jornal Ouvidor onde foi entrevistado pelo repórter Bruno Martins. A integra da entrevista pode ser vista no site www.jornalouvidor.com.br.  Nessa conversa Palau apresentou sucintamente o que planeja ser o seu governo. Para ele o maior problema a ser enfrentado são as dívidas trabalhistas às quais o município foi condenado, cujo valor estimativo é de mais de 12 milhões.

- Teremos de procurar os credores e negociar uma forma de pagamento escalonada de modo a não prejudicar a manutenção dos serviços públicos e nem prejudicar o cidadão. Para o prefeito eleito de Igaratá o valor da dívida, equivalente à quase metade do orçamento do município, é uma herança que a população tem de saber que vai afetar todas as ações de 2017 e, quem sabe, 2018.

Questionado sobre a natureza administrativa de Igaratá com relação às influencias do Vale do Paraíba e da Grande São Paulo, Palau explica que essa divisão extrapola as competências do município, uma vez que é determinada pelo governo do Estado. – Isso contudo, não afeta a administração municipal que se direciona conforme o caso, para instancias tanto de São Paulo quanto do Vale do Paraíba ou da região Bragantina.

Palau conta que durante toda a campanha foi questionado pelos eleitores com relação ao pedágio que dividiu o município em duas partes. Ele diz que tem como modelo a solução feita em Indaiatuba onde os moradores podem se utilizar de uma estrada alternativa sem pagar nenhuma taxa, bastando para isso ter o carro com as placas da cidade. – Mas para que essa solução possa ser adotada precisamos ter mais qualidade no caminho alternativo e criar os mecanismos para que não haja fuga de veículos do pedágio.

Apontada como uma das maiores crises econômicas dos últimos anos a situação atual do país vai, sem dúvida nenhuma, afetar a gestão que começa em janeiro próximo. Palau diz que não teme essa perspectiva porque acredita ser capaz de fazer um choque de gestão no qual será priorizada a redução das pequenas despesas que, somadas, representam uma substancial parte do orçamento. Além disso, pretende incentivar a regularização dos profissionais que atuam no município, até mesmo da construção civil, para que através da formalização passem a contribuir mais se beneficiando também do sistema previdenciário.

O novo Prefeito de Igaratá garante que não haverá aumento de impostos em 2017. Questionado sobre a atualização da Planta Genérica de Valores, documento que fixa os valores venais dos imóveis ele afirma que a tabela deve ser atualizada periodicamente: - A omissão da administração pública terá de ser revista sem penalizar o cidadão. Isso será profundamente debatido em nosso governo e, se ocorrer, será a partir de 2018 e para fazer justiça tributária e não aumentar de valores, explica. 

Com relação à estrutura administrativa da Prefeitura Palau afirma que será feita uma profunda e ampla reforma, com revisão de toda a escala hierárquica e do quadro de funcionários e colaboradores do município. – Isso é muito importante porque vai refletir nas despesas e vai gerar economia. Mas tudo isso dependerá de estudos com a participação da comunidade e dos vereadores porque esse é o tipo de assunto que o Prefeito não pode decidir sozinho. Tudo será submetido à Câmara.

- “Saúde e Educação continuarão ser secretarias isoladas, com orçamento e gestão próprias porque atendem a um número muito grande de usuários. As demais secretarias e diretorias serão redimensionadas dando uma visão única aos serviços prestados ao cidadão”.

Garantindo que todas as formas de economizar serão utilizadas, Palau diz que um dos problemas mais mencionados em suas visitas a eleitores foi com relação à saúde. Para ele a carencia de especialistas é o que mais afeta o cidadão, mas ao município compete apenas a atenção básica. – Isso entretanto não nos impede de, dimensionando a nossa demanda, possamos buscar meios de reduzir o tempo de espera para o atendimento,  bem como de se obter resultados de exames.

Sobre as creches em obras no bairro Jardim Rosa Helena Palau diz que, a construída em parceria com o Estado, “se não estiver concluída” será concluída e a outra, já transformada em Centro Educacional será a transformada em escola em tempo integral. – Não importa quem começou ou quem acabou, o que importa é que são investimentos públicos e isso deve ser respeitado.

Palau falou também sobre o relacionamento com os vereadores. Para ele deve existir uma parceria propositiva entre os poderes legislativo e executivo de modo a beneficiar o município. – Tenho comigo que nossas relações serão as melhores, sempre com o diálogo aberto e não o “toma lá dá cá” que caracterizou o governo federal nos últimos anos e que resultou na queda do PT.

Ao se despedir Palau agradeceu a todos os que confiaram em sua proposta e reafirmou a sua disposição de manter o diálogo aberto com toda a sociedade e especialmente, com a porta de seu gabinete acessível a todos os cidadãos.