Palau proíbe caminhões pesados em estradas rurais

Obras da Interligação terá de parar nos dias de chuva

Construção & CIA Trânsito Cidades Em 28/04/2017 19:07:10

 

Depois que ônibus e diversos veículos de moradores das imediações das obras da interligação entre as represas do Jaguari/ Atibainha ficaram impossibilitados de trafegar em decorrência do tráfego de caminhões e veículos pesados na estradas locais, o prefeito de Igaratá, Dr. Celso Palau assinou decreto proibindo o trânsito desses veículos nos dias de chuvas intensas “enquanto as estradas estiverem molhadas”.

É a segunda atitude do Prefeito em relação ao descaso do Consórcio que conduz a obra em relação às estradas vicinais. Em janeiro desse ano ele interditou o local para onde são levadas as terras retiradas das valas onde serão colocadas as tubulações da adutora. Praticamente durante uma semana as obras foram interrompidas.

No último dia 20, véspera do feriado de Tiradentes, o Consórcio promoveu a regularização do solo da estrada interna de acesso do Jardim Panorama ao Bairro da Boa Vista.  A intenção foi até boa, tratava-se de arrumar a via que será utilizada em substituição à estrada principal de acesso ao bairro que será interrompida pela obra. Mas logo depois da passagem das máquinas a chuva tornou a estrada intransitável. Veículos maiores, como ônibus e mesmo caminhões de entregas dos depósitos, não conseguiram passar.

A recuperação da estrada havia sido ajustada há duas semanas quando o prefeito Dr. Celso Palau e uma comitiva de secretários e vereadores visitaram o canteiro de obras do Consórcio para combinar as operações que vão permitir a interdição do acesso rodovia D. Pedro I ao centro da Boa Vista.  Estavam presentes a esse encontro, os representantes do Consórcio, o secretário de meio ambiente Juarez Vasconcelos, e os vereadores Jair; Juliano; Neilton; Tiago; Emerson Aquino; Antônio Carlos e André Jacinto. Embora tenham sido convidados, os vereadores Moacir e Gilmar do Mercado não compareceram.

A chuva entretanto não contribuiu com o projeto. O morador Luiz Queiroz, proprietário de uma chácara no trecho, diz que é sempre assim. Basta passar a máquina que chove: - Parece um arranjo! E completa: - essa estrada estava horrível, um buraco só. Passou a máquina ela fica boa, o certo é agora colocar cascalho e passar o rolo. Ela vai ficar assim, boazinha até a próxima chuva, depois só Deus sabe!

Ontem (sexta-feira) pela manhã o Prefeito Celso Palau foi diretamente para o trecho avaliar as medidas que o Consórcio havia tomado com relação a segurança do tráfego e constatou, pessoalmente, de que nada havia sido feito que desse solução ao problema, especialmente depois de dois dias de chuva intermitente. 

A decisão do Prefeito, expressa no decreto lavrado ontem, bloqueia, novamente, o andamento das obras de interligação. Palau garante que o decreto só será revogado quando os responsáveis pelas obras deixarem todas as estradas em condições de tráfego de veículos leves e ônibus em segurança: - “não podemos aceitar que o Consórcio faça intervenções que prejudicam a população. É falta de respeito e de planejamento da empresa” conclui o Prefeito.

 

Notícias Relacionadas