O MESMO VENENO

por Luis Carlos Corrêa Leite

Crônicas Em 13/04/2018 21:34:47

A situação política verificada hoje no Brasil é consequência, ninguém duvide, dos mesmos métodos adotados pela esquerda - e principalmente pelo Partido dos Trabalhadores - tanto durante o final dos governos militares como após a redemocratização. O uso do bordão “fora”, que valia para Maluf, Covas e, principalmente FHC foi o mesmo utilizado para a deposição de Dilma Rousseff. Quem tem memória não esqueceu as caravanas criadas pelo PT para vaiar FHC onde este fosse. O que agora aconteceu com a caravana do ex-presidente Lula, em giro pelo sul do país. 

Mesmo esse ódio assustador que é demonstrado com relação ao ex-presidente Lula foi cultivado nos laboratórios do PT. Lembro bem de uma professora que, durante uma manifestação, disse que não sabia por que não gostava do Maluf, mas não gostava. Isso decorreu de décadas de doutrinação sobre a juventude, operada principalmente nas escolas. Era “Maluf na cadeia” por todo lado. Por ironia do destino, agora tanto Maluf como Lula estão juntos... na cadeia. 

O próprio Lula, durante as eleições de 2.010, prometeu varrer do mapa o partido político Democratas, tendo utilizado toda a sua força para derrotar especialmente os então senadores Artur Virgílio, do Amazonas e Tasso Jereissati, do Ceará, ambos do PSDB. E conseguiu a derrota dos dois, que agora estão de volta, um como prefeito de Manaus, e outro como senador. Convenhamos que isso não é nada democrático. É uso indevido da máquina pública, mas foi praticado. Na verdade, o PT se acostumou a conquistar tudo no grito, em manifestações, às vezes violentas. Agora sofre com os mesmos métodos, ampliados pelo apoio dos meios de comunicação. 

E, acostumado com o poder, o PT se descuidou. Não soube se prevenir, na inocente esperança de que as pessoas, em especial os novos aliados, mudam. 

Isso nunca acontece na política. Na primeira oportunidade, a faca vem pelas costas.