Nutrição para todos

Qualidade de vida, tratamento e prevenção de doenças – quando a alimentação pode mudar a sua vida

Saúde Em 07/06/2019 19:44:40

Reportagem: Érica Alcântara

Uma das pacientes atendidas pela nutricionista da Unidade Básica de Saúde - UBS I - Prefeito Ilário Dassiê, em Santa Isabel, já conseguiu emagrecer 27kg - do segundo semestre de 2018 para maio de 2019. “A pessoa está realmente empenhada, começou o tratamento com 102kg e hoje pesa 75”, conta a nutricionista Mitiko Miyagi.

Não há segredo, Mitiko pontua os três pilares para obter qualidade de vida: 1-alimentação, 2- atividade física e 3- atividades de relaxamento e combate ao estresse. “É importante cuidar do emocional, pois influenciará todo o resto em sua vida”, diz.

Mitiko atende na UBS I - Prefeito Ilário Dassiê em Santa Isabel há 10 anos. Atualmente, o atendimento nutricional é concentrado nos pacientes adultos e crianças encaminhados pelos médicos para o tratamento e prevenção de doenças como diabetes, colesterol alto, hipertensão, obesidade, problemas cardíacos etc. 

Além disso, a nutricionista coordena o Hiperdia, um programa Sistema Único de Saúde – SUS voltado para o Grupo de Hipertensos e/ou Diabéticos atendidos na rede ambulatorial. O foco deste trabalho é garantir a continuidade do tratamento através da troca continua de informações, com palestras, bate-papo e oficinas.

As mulheres são a maioria dos pacientes, Mitiko conta que mesmo aquelas que trabalham encontram tempo para cuidar da saúde. “Geralmente, os homens procuram ajuda quando a situação está mais preocupante e o médico lhe passa um ultimato”, diz.

Agenda da Nutri

Mitiko atende na UBS de segunda a sexta-feira, concentrando oito adultos de manhã e quatro à tarde, além dos retornos. Na segunda de manhã ou está com as crianças, ou com o grupo de hiperdia. 

Por ter coordenado por anos a merenda escolar e ter percorrido os postos de saúde dos bairros, Mitiko conhece as regionalizações do paladar e os hábitos alimentares do isabelense. Sabe onde a polenta é boa com caldo de feijão ou com molho à bolonhesa. E diz que há pouquíssimos casos de desnutrição na cidade.

O tempo de atendimento com a nutricionista varia de acordo com a predisposição do paciente e sua evolução. “Em alguns casos ao reduzir a obesidade, já reduzimos paralelamente o diabetes, vejo as necessidades e peço retorno quando é preciso”, explica.

Mitiko acredita que o futuro, sob a perspectiva da evolução no atendimento público de saúde, será de acolhimento multidisciplinar, cujo foco será mais a prevenção de doenças que o tratamento delas.

Estrutura

A UBS I é referência do atendimento nutricional de Santa Isabel, Mitiko acredita que concentrar o atendimento nesta unidade de saúde, localizada ao lado do Terminal Rodoviário, facilitou a vida dos pacientes, principalmente aqueles que para se consultarem em outras unidades seriam obrigados a pagar mais de uma passagem de ônibus.

Obesidade infantil

O Dia da Conscientização Contra a Obesidade Mórbida Infantil é celebrado anualmente em 3 de junho. Mitiko acredita que no âmbito nacional a obesidade infantil aumentou em razão da falta de atividades paralelas depois da escola. “Muitas crianças chegam em casa e ficam na televisão, ou no celular, ou no vídeo game. O emocional não é trabalhado, nem há estímulo criativo para o cérebro, muitos comem na frente da TV sem qualquer consciência do que come ou a quantidade que consome”, diz.

Muitas crianças acima do peso não tem a percepção do quanto estão comendo. A recomendação de Mitiko para os pais é: “brinquem com seus filhos, joguem bola, pega-pega e quando foram comer, alimentem de comida de verdade, sem refrigerantes, salgadinhos e bolachas. Colham frutas para o suco ao invés de abrir um saquinho, será mais saboroso para todos”, diz.