No Pé do Ouvido

por Redação

Crônicas Em 31/07/2020 20:12:03

ARUJÁ

PRESO – A prisão do vice-prefeito Marcio Oliveira foi o maior “bafão” da semana. No fim, criou-se uma nova espécie de apostas entre os arujaenses: “quem será o próximo?”. No gabinete do vice, pastas e documentos foram recolhidos pela Polícia Civil, responsável pelas investigações. 

PRESO 2 – Diferente da primeira operação desencadeada no município, quando o ex-secretário de Segurança Pública foi preso, desta vez o delegado responsável pelo caso foi mais comedido em suas palavras e a secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo não abriu agenda para coletiva de imprensa.

SEM LEI – Quem segue livre, leve e solto é o vereador construtor. Levantando novos andares em imóvel localizado em área de APP – Área de Proteção Permanente. Ele já disse publicamente, fora da tribuna, que tem consciência de que o local é protegido por lei ambiental, mas que ele ignora, mesmo sendo legislador.

SEM LEI 2 – Se por um lado, moralmente o vereador deveria ser o primeiro a seguir a lei, por outro a prefeitura deveria fiscalizar todas as obras independente do proprietário do imóvel. Contudo, desde o dia 16/07 a prefeitura de Arujá se recusa a informar por qual motivo esta obra continua a afrontar as leis sem, aparentemente, receber qualquer notificação ou embargo.

SEM LEI 3 – Falta transparência. O EPDA - Escritório do Plano Diretor de Arujá, responsável por zelar pela observância dos objetivos e princípios estabelecidos na legislação, também não se manifesta. Aparentemente, o EPDA está há mais de 5 anos sendo coordenado pela mesma pessoa, cuja capacidade de imparcialidade fica comprometida, pois entre suas relações familiares há profissionais que supostamente comandam as maiores obras em execução na cidade. 

CEI - Um pedido de suspensão da CEI que investiga contratos suspeitos na Prefeitura de Arujá causou revolta entre os vereadores. Nem tanto pelo pedido quanto por quem pediu: o Presidente da OAB de Arujá. A resposta - negativa - foi entregue em mãos pelo próprio presidente da CEI, Rogério da Padaria (PDT).

CEI 2 - Um detalhe curioso que o Presidente da OAB esqueceu de mencionar: tanto ele quanto sua esposa, que é pré-candidata a vereadora, foram assessores parlamentares em legislaturas passadas. Ele atuou no gabinete do vereador Abelzinho (PL). Já sua amada foi assessora do atual preso, digo, vice-prefeito Dr. Márcio Oliveira (Republicanos), que também é investigado por uma Comissão Processante na Câmara. Coincidência? O jurista jura que sim.

CEI 3 - Após tomar um sonoro NÃO como resposta ao seu pedido de suspensão da CEI, o advogado ainda teve que reconhecer publicamente que a Comissão está atuando dentro da legalidade, diferente do que sugeriu inicialmente. Vexame pouco é bobagem!

IGARATÁ

COVID – Muita gente não está entendendo o porquê de Igaratá, com menos de 10 mil habitantes, está com o quarto maior índice de contaminação pelo Covid-19. A resposta do prefeito Palau tem sido rápida, objetiva e concisa: “Igaratá está procurando contaminados! Quem procura, acha! E quem acha cuida!”. 

COVID 2 - Assim, apesar do grande número de contaminado, são poucos os óbitos: apenas três confirmados. Mesmo assim foram óbitos decorrentes de outras causas embora estivessem contaminados pelo covid-19. Mas a chamada busca ativa continua. Igaratá já testou mais de 10% de sua população, 1200 testes foram feitos.

COVID 3 – Nessa jornada de testes já foram feitas 894 notificações suspeitas com 355 casos confirmados, 299 pessoas curadas, 50 em isolamento domiciliar e três internados em enfermaria. Ontem, sexta-feira, foi realizado o pregão eletrônico para a aquisição de 11 mil testes. Palau pretende submeter toda a população ao teste até o final de setembro.

MAIS RECURSOS – Acompanhado do secretário Benjamim de Lima e do diretor Silvio Alves, o prefeito Palau visitou o deputado estadual Rodrigo Gambale (PSL) destinou uma emenda parlamentar para Igaratá no valor de R$150.000,00. Ao agradecer, Palau foi brindado com uma nova emenda, dessa vez no valor de R$200.000,00. 

COBRADOR – Enquanto uns vereadores correm atrás de recursos para o município outros estão preocupados com o dinheiro que a Prefeitura deve para algumas empresas. Passam parte do tempo cobrando do Prefeito como se fossem donos da dívida. Isso leva à pergunta se o interesse no recebimento significa alguma gratificação ao cobrador.

SANTA ISABEL

SANTA CASA – Essa semana a Vigilância Sanitária Estadual aprovou a atualização da planta da reforma do Hospital Gabriel Cianflone, permitindo que se dê início às obras. A planta já havia sido aprovada anteriormente, mas como não havia recursos para as obras nada foi feito, mas enquanto isso, as exigências mudaram. Atualmente já existe recursos da ordem de 1,5 milhão de emenda parlamentar do deputado federal Márcio Alvino (PL), o que permitirá início dos trabalhos.

SANTA CASA 2 – O dinheiro para a obra foi conseguido através da atuação do vereador Clebão do Posto (PL) que conseguiu sensibilizar o Deputado Márcio Alvino para a necessidade urgente de reformar o prédio do Hospital. A verba já foi , liberada, mas ainda não chegou aos cofres da Irmandade que já está constituindo uma comissão para acompanhamento da obra.

SANTA CASA 3 – As obras estão na mira: uma verba de R$200.000,00 de emenda de autoria do deputado federal isabelense Roberto de Lucena (PODEMOS), já está no cofre da Irmandade, mas está destinada a custeio do combate ao covid-19 que continua fazendo vítimas na cidade. Outra verba, do deputado Marco Bertaiolli (PSD) que terá o mesmo destino está sendo aguardada. É uma emenda no valor de R$132.000,00.

SANTA CASA 4 – Atualmente a Covid mantem sete funcionários afastados dos trabalhos na Santa Casa e 12 na UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Felizmente nenhum caso grave. Entre os funcionários da UPA, seis estão confirmados. Todos os demais ainda aguardam o resultado dos exames.

MP – A Promotora de Justiça de Santa Isabel Dra. Ana Paula veio a público nesta semana criticar a falta de medidas adotadas pela prefeitura de Santa Isabel no atendimento dado a uma idosa, 89 anos, moradora do Bairro Monte Negro. “Eu não sou poder executivo”, ressaltou a promotora.

VICE – A disputa por médico nas candidaturas está acirrada. Depois que a pre candidato Fábia Porto perdeu o seu planejado vice para a covid-19, o pre candidato Clebão do Posto anunciou o nome da médica Cristiane Mota da Silva como a sua pré candidata a vice prefeita. É uma chapa puro sangue, isto é: ambos os candidatos são do mesmo partido, o PL.