No Pé do Ouvido

por Redação

Crônicas Em 06/09/2018 21:42:29

ARUJÁ

DISPENSÁVEIS – Com o engavetamento da segunda denúncia contra o prefeito José Luiz Monteiro os vereadores conseguiram, na opinião da oposição, comprovar que a assinatura dos parlamentares nas peças orçamentárias é mesmo dispensável. Podendo o Chefe do Executivo publicar o que quer e nunca ser punido.

IGARATÁ

CEI - Foi formada a CEI (Comissão Especial de Inquérito) para apurar o uso abusivo de RPA (Recibo de Pagamentos de Autônomo) na administração municipal de Igaratá. O pedido foi formulado pelo vereador Jair, da base de apoio ao prefeito Celso Palau, antecipando-se ao pedido que seria feito pela oposição.

CEI 2 – A oposição pretendia limitar a investigação ao ano de 2017, o primeiro da atual administração, mas Jair antecipou e pediu que os trabalhos contemplassem de 2009 a 2017. O sorteio realizado na sessão de quarta-feira passada resultou na designação de cinco vereadores, dois da oposição ao prefeito Palau (vereadores Neilton e Gilmar) e três da situação: Jair, Emerson e Thiago.

CARROS – Depois que o advogado Osmar Priante levantou a quantidade de combustível gasto pelos carros da Câmara e divulgou o nome dos campeões de quilometragem, o vereador Jair Rufino pediu que a Câmara cedesse três dos cinco veículos do Legislativo para a saúde. O requerimento foi simplesmente arquivado.

CARROS 2 – Os campeões do uso dos carros são os vereadores: Moacir (1.755km em janeiro, 1.622 em março e 1.953km em abril), seguido de Gilmar do Mercado que em março percorreu 2.463 km, e Coquinho que tem conseguido o milagre de estar em dois lugares ao mesmo tempo (ubiquidade). Presta expediente na Prefeitura onde é funcionário públic e usa o carro da Câmara.

CARROS 3 – O vereador enfermeiro Juliano, presidente da Câmara também usou 1.996 km em março. Já os vereadores da situação usam bem menos: Antonio Tonhão, por exemplo, usou o carro para trafegar por 23km em janeiro. Nos meses seguintes não se utilizou dos carros para nada.

CARROS 4 – O que mais estarrece é o motivo do uso dos carros. Em menos de uma semana os vereadores se revezaram em visitas ao escritório do deputado Márcio Alvino ou ao assessor dele. No dia 10/01 levou um vereador para visitar o Deputado, no dia seguinte, novamente, e logo em seguida outro carro foi fazer o mesmo trajeto, para levar outro vereador.

SANTA ISABEL

NOVELA – Com a ausência dos vereadores Zico e Márcio Pinho, a última sessão da Câmara de Santa Isabel deu seguimento à novela que se tornou a PEM, empresa responsável pelo transporte coletivo no município. E o que deveria ser uma discussão de utilidade pública, tornou se lavação de roupa suja.

NOVELA 2 – O requerimento do vereador Alencar Galbiati convocando o secretário de segurança e trânsito, Jairo Furini, e o responsável pela empresa PEM, para explicar a ineficiência da empresa que presta o serviço de transporte coletivo na cidade, foi rejeitado.

NOVELA 2 – O único consenso que houve é que a empresa não está atendendo à população de forma adequada e que, em razão disso, o contrato deveria ter sido rescindido há muito tempo. Segundo os vereadores da base da Prefeita, só não o foi porque o contrato celebrado na gestão do padre Gabriel Bina tinha o Alencar no governo.

NOVELA 3 – Hoje Alencar acusa o governo de Fábia Porto de ser omissa no tratamento da empresa, deixando que o transporte público fique cada dia pior, sem tomar medidas que solucionem o impasse. Para ele, a empresa não tem condições de cumprir o edital, portanto deve ser cortada do serviço.

NOVELA 4–A base da prefeita liderada pelo vereador Paulinho, afirma que Alencar com as denúncias contra a PEM quer, na realidade, fritar o secretário de segurança e trânsito, Jairo Furini da mesma forma que fez com os vereadores Gabriel, Reinaldo e Ti Nagate. - Fritou todo mundo! Garante Paulinho.

NOVELA 5 - Paulinho diz ser a favor de abrir uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) do Transporte por isso, em sua opinião, a convocação do secretário tal como a proposta do Alencar, é desnecessária. – Como Alencar não conseguiu colocar o Jairinho no colo ele fica fritando aos poucos, declarou.

NOVELA 6 - Alencar se defende dizendo que viver de águas passadas não resolve a situação atual. E garante que busca uma solução e que a Câmara deve se manter no foco do problema. Lembrou que o vereador Paulinho é o maior interessado em defender os interesses do Executivo, pois é o vereador com maior número de cargos indicados na gestão municipal.

NOVELA 7 – A ausência de dois vereadores deixou uma votação apertada afinal, se com a PEM o transporte público está ruim, sem ela vai ficar pior. O povo não pode ficar sem transporte e, ao mesmo tempo, corre o risco de vida ao utilizar veículos que não oferecem condições de segurança.

NOVELA 8 – A ideia do vereador Reinaldo de deixar a PEM trabalhando e intensificar a fiscalização pela Polícia Militar, apreendendo os veículos que não estão em condições de tráfego pode ser até boa, mas esbarra na prestação do serviço: a empresa vai acabar ficando sem ônibus para atender a população. 

CAIXA RÁPIDO – A vereadora Patrícia Simão conseguiu a aprovação de seu projeto de obrigatoriedade de instalação de Caixa Rápido nos estabelecimentos bancários em Santa Isabel. É o típico caso de leis sobrepostas: a própria Câmara de Santa Isabel já tem uma lei aprovada que limita em 20 minutos o tempo de espera nos caixas dos bancos.

PREVER O IMPREVISTO – O vereador Maurício Platz foi à Tribuna para explicar que apresentou diversas emendas ao projeto de lei que cria o Refis 2018 (Refinanciamento da Dívida Ativa). Ele disse que é contra o refinanciamento todos os anos, porque beneficia os maus pagadores que estão sempre aguardando a anistia ao invés de quitar as dívidas.

REFIS – Disse ainda que sua intervenção no projeto foi para prever situações não previstas e que muitos contribuintes inadimplentes ficam só renegociando, ano a ano, sem cumprir o compromisso assumido com a municipalidade. 

REFIS 2 -  Maurício afirmou ainda que é contra o pagamento de honorários advocatícios, uma vez que a porcentagem de 10% da sucumbência é com base no valor da divida bruta, e que os funcionários e advogados que atuam nas cobranças já são remunerados pela municipalidade. 

SEM TV – O aparelho de televisão que durante alguns anos serviu de passa tempo às pessoas que ficavam esperando na recepção da secretaria de saúde de Santa Isabel foi removido, assim como alguns móveis. Foram servir ao entretenimento de funcionários do Cresamu. É o caso em que o poder público isabelense cede seus bens a um consórcio de municípios cuja manutenção deve ser dividida com outras administrações. Alguém precisa explicar isso!

REUNIÃO PÓS-PRISÃO – Após a prisão de atuais e de ex-funcionários da Prefeitura de Santa Isabel e representantes da Empresa Ideal Saúde, ocorrida no último dia, 22/08, os ânimos no setor mal esfriaram e, no dia seguinte, já houve reuniões a portas fechadas no gabinete da secretaria de Governo que terminou nos corredores da Câmara Municipal. Segundo às más línguas, além de secretários municipais e vereadores, os representantes da Caminho de Damasco, atual administradora dos postos de saúde do município, foram os convidados principais do encontro.

PLANTÃO – Mais uma diretora da secretaria de Saúde de Santa Isabel pode estar com os dias contados no comando da Pasta. Ao que parece a mesma tem prestado atendimento em seu consultório particular no mesmo horário que deveria estar na Secretaria. Os colegas do setor até que tentaram passar um pano, mas tal fato teria sido descoberto pela própria Prefeita Fábia Porto que imediatamente mandou que o caso fosse encaminhado para análise e, se comprovada a irregularidade, a pronta exoneração da funcionária.