No Pé do Ouvido

por Redação

Crônicas Em 03/08/2018 22:06:50

ARUJÁ

DE VOLTA – A CâmaraMunicipal de Arujá voltou as atividades nesta semana. A primeira sessão pós-recesso foi recheada de cobranças da administração pública quanto ao trabalho feito em diversos setores.

RATOS – Protegido na Tribuna, o vereador Paulinho Maiolino (PSB) reclamou que existe um caos instalado na saúde pública de Arujá e sem pudores chamou os responsáveis pela empresa “Inovação” de “ratos de esgoto”. Finalizou o discurso entusiasmado garantindo que “esta empresa que administra a Saúde na cidade, é a pior que já passou por aqui”.

ALAGADAS – Rogério da Padaria (PSD) lembrou dos problemas de infraestrutura das escolas municipais. “Em dias de chuva, tem mais água dentro das unidades do que fora”, lamenta. 

PEDÁGIO – Nesta semana a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), autorizou o aumento no valor dos pedágios que ficam na região do Alto Tietê. De R$3,50, agora o motorista de veículos leves tem que pagar R$3,70. Motociclistas pagarão R$1,85. A mudança no preço passou a valer na última sexta-feira, 03, às 00h.

IGARATÁ

DESVIO – O “Desenvolve São Paulo” aprovou o crédito de R$2,5 milhões para a Prefeitura de Igaratá pavimentar um trecho do desvio do pedágio. A notícia chegou ontem ao prefeito Celso Palau que, na quarta-feira passada, esteve em São Paulo acelerando o processo do financiamento.

DESVIO 2 – Na próxima terça-feira, Palau vai encaminhar para a Câmara o projeto de lei que autoriza a contratação do empréstimo a juros subsidiados. Pelo comportamento dos vereadores da oposição que reiteradamente rejeitam as propostas do Executivo, corre o risco de eles boicotarem também esse benefício para a cidade. A menos que o povo ocupe mais uma vez a Câmara exigindo mais reflexão por parte da oposição.

OMELETE – Os igarataenses que deixaram de prestar serviços à Prefeitura Municipal em decorrência das denúncias dos vereadores que consideraram os pagamentos com RPA (Recibo de Pagamento de Autônomo) muito altos, mostraram sua indignação da última quarta-feira. Ocuparam o plenário da Câmara e se manifestaram com veemência contra os cinco vereadores que subscreveram a ação.

OMELETE 2 – Os vereadores da oposição ao Prefeito até que tentaram se manter indiferentes, mas foi impossível diante das múltiplas provocações do público que lotou as dependências da Câmara. Até fora do prédio havia gente nas janelas contemplando a saia justa dos vereadores. A cada pronunciamento, o público protestava cobrando mais compreensão para os problemas do município, entre eles o desemprego.

OMELETE 3 – Perto do final da sessão um dos vereadores da oposição, de forma arrogante, desafiou o público gritando “baba ovo”. Foi como uma senha combinada: alguns dos presentes tinham adquirido ovos em uma promoção na cidade. Choveu ovos no espaço reservado aos vereadores. Felizmente, nenhuma pessoa foi atingida, deixando o trabalho de limpeza para a funcionária do legislativo no dia seguinte.

OMELETE 4 – Tem gente sugerindo que foi um dos vereadores da oposição ao prefeito Palau que planejou o arremesso dos ovos como uma forma de culpar o público que foi protestar contra a denúncia. Palau condena qualquer tipo de violência e garante que quem jogou os ovos agiu sem planejar.

ARREGO – O vereador Coquinho procurou um de seus desafetos mais veementes para pedir uma trégua. Durante a sessão omelete o cidadão conhecido como Paraíba foi desacatado pelo vereador e revidou no mesmo tom sob o aplauso dos presentes. Ao tentar a trégua Coquinho teve de ouvir que só existirá a trégua quando todos os dispensados dos projetos sociais voltarem ao trabalho.

CLANDESTINA – O Conselho Tutelar de Igaratá, acompanhado de fiscais da Vigilância Sanitária, visitou ontem, a residência dovereador Gilmar do Mercado. Estava seguindo a indicação anônima de que no local funciona uma creche sem alvará da Prefeitura, sem AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) e sem cumprir as determinações legais.

CLANDESTINA 2 – Ao chegarem ao local encontraram o próprio Gilmar que, aparentemente os aguardava, e apenas uma criança identificada como sobrinha do vereador. Os técnicos e conselheiros vistoriaram o local, agradeceram e foram embora satisfeitos por terem cumprido a missão para a qual são pagos.

CLANDESTINO 3 – Para Gilmar, entretanto, a questão não acabou ali. Foi para as redes sociais criticando os profissionais e atribuindo a vistoria como ato de perseguição do Executivo em decorrência de suas atividades na Câmara. Aparentemente ele se esquece que é atribuição da Prefeitura fiscalizar estabelecimentos onde funcionam comércio e prestadores de serviços e que todos estão sujeitos à fiscalização, inclusive prefeito e vereadores.

CONCURSO – Corre o risco do concurso realizado em 2015pela administração do ex-prefeito Elzo ser anulado pela Justiça em decorrência da ação proposta por um candidato  que se sentiu prejudicado. O procedimento que gerou polêmica na cidade, inclusive com bolsa de apostas para ver quem seria aprovado, foi feito sem cumprir as exigências da lei de responsabilidade fiscal. Entre as irregularidades constatadas está a ausência de estudo de impacto econômico financeiro da contratação. Foram incorporados à folha de pagamentos municipal mais de cem funcionários do mesmo time.

SANTA ISABEL

DANÇA DAS CADEIRAS – Das 14 secretarias que Santa Isabel tinha no início da semana, na quinta-feira, 02/08, a prefeita Fábia Porto reduziu para 10. Com menos secretários, a redução de gastos beira a R$700 mil até o final do ano.

QUEM FICA – Ângela Sanches fica na Promoção Social. Marquinhos Pelican com Meio Ambiente e Planejamento. Heleno Pinto com Gabinete e Governo. E Liliene na Educação absorve duas novas diretorias, a de Esportes e a de Cultura. 

QUEM SAI – Daniel Lucena deixa o cargo de secretário e se mantém no esporte como diretor. Reinaldo Nunes e Ti Nagate voltam para a Câmara Municipal, desbancando Arlete Pinheiro e Teresinha Pedroso. Tiago Pierre deixa a gestão Fábia Porto, aparentemente, até o final das eleições. Segundo informações, vai assessorar um candidato com salários mais rechonchudos e depois volta para Santa Isabel para disputar novamente o comando de uma Pasta. 

TEM MAIS – Fábia diz que novas mudanças podem acontecer nos próximos dias, em decorrência da crise, a Prefeitura deverá enxugar a máquina para garantir o atendimento à população.

DESPEDIDA – A saída de alguns, contou com cenas de despedidas regadas com lágrimas. E a exigência de declarações de afeto, antes que fosse declarada a exoneração. Chefe quando manda, funcionário obedece. O lencinho branco nem tinha secado e na prefeitura já tinha gente comemorando a saída, supostamente definitiva, do estrangeiro endiabrado.

SEGUIDORES – Se quem comemora não sabe, é bom ficar alerta, a sombra do estrangeiro continua aqui. No gabinete, a espreitar cada passo da Prefeita para, com sinais de fumaça, manter o estrangeiro informado.

INFILTRADO – No escambo de informações que se formou dentro da prefeitura, uma secretaria aparentemente negociou com um jornal para só receber elogios, em troca receberia informações privilegiadas para destruir qualquer outra, independente se isso afeta ou não a administração. O problema é que o próprio jornal expôs a fonte e revelou quem, na prefeitura está trabalhando em cargo bom, para só dar bola fora.

CONSEG – A reunião do Conselho Comunitário de Segurança – Conseg contou com a participação da Prefeita Fábia Porto e uma gama de assessores, ela fez questão de responder pessoalmente sobre cada problema que foi apontado como diferencial para a segurança dos moradores.

CONSEG 2 – A Soldado Patrícia elogiou o trabalho da Prefeita que, por meio de suas reuniões com o comando da PM, conseguiu agilizar os trâmites para sua capacitação e desenvolvimento do Proerd.

PORTUGUESES – Um casal do bairro Cachoeira foi assaltado depois de receber uma dupla de vendedores de perfume, num carro branco, que se diziam portugueses. A Polícia alerta para não abrir a porta de sua casa para estranhos.

ATIVIDADES – Os moradores do CDHU de Santa Isabel pediram mais atividades na quadra, para toda a comunidade. Dizem que a área de lazer virou ponto de distribuição de drogas. Cabeça parada é oficina de coisa ruim.

PEM – A falta de segurança e cumprimento de itinerários para o Bairro Cachoeira foi tema de reclamação. A Prefeita garantiu que já fez diversas notificações e multou a empresa responsável pelo transporte público. Mas não pode aumentar demanda que não está no contrato. 

PIPA – Ladrões invadiram uma casa no Monte Negro. Atenção isabelenses. O Golpe funciona assim, eles falam que vão entrar na casa para pegar uma pipa presa, mas arrombam a residência e furtam tudo que conseguem carregar.