No Pé do Ouvido

por Redação

Crônicas Em 21/12/2017 22:39:07

LEI SECA – Quem gosta de beber nas festas de final de ano que se cuide: finalmente o Governo se tocou e promoveu alterações no Código de Transito Brasileiro (lei 9.503) que penaliza com mais rigor os crimes cometidos na direção de veículos automotores. A lei sancionada no dia 19 de dezembro desse ano prevê que o agente que conduz veículo automotor sob a influência de álcool ou de qualquer substância psicoativa que determine dependência, estará sujeito a:

LEI SECA 2 – Reclusão, de cinco a oito anos, e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou habilitação para dirigir veículos automotores. O artigo 303, parágrafo 2º determina que a pena privativa de liberdade é sem prejuízo das outras penas previstas se do crime resultar lesão corporal de natureza grave ou gravíssima.

CARECA – O pneu dianteiro de um ônibus da empresa Pen, de transporte coletivo de Santa Isabel, estourou em plena avenida Manoel Ferraz de Campos Sales, no centro da cidade, no fim de semana passado. A explosão chamou a atenção para o estado geral dos demais pneus do coletivo que transporta, inclusive crianças, na zona rural da cidade. Estavam todos exibindo o aço, numa demonstração clara de descaso com a segurança dos passageiros.

CARECA 2 – A fiscalização dos veículos de passageiros que atuam na cidade deve ser rigorosa e permanente, ou haverá a qualquer momento uma tragédia anunciada. Se os pneus que são fáceis de ver as condições, imagine o estado dos componentes dos ônibus que ninguém vê, como freios, direção, suspensão? A quem compete fiscalizar esses veículos? A Prefeitura ou a polícia?

CARTEIRADA – Parece que um Secretário “eleito pelo povo” não perde a mania de querer dar carteirada e tirar vantagens sobre os serviços da saúde em Santa Isabel. Na noite de quarta-feira, 20/12, ele poluiu o ambiente na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), contrariou diagnósticos médicos e bateu boca com todo mundo, só por não aceitar a alta que foi dada a parente de uma apadrinhada política. A médica da unidade, até ameaçou abandonar o plantão por conta das ofensas recebidas pelo político.

CARTEIRADA 2 – Vale lembrar ao Secretário, que o Código Penal prevê em seu Art. 316 que exigir para si ou para outra pessoa vantagem indevida em decorrência da função ou cargo que ocupa e crime que pode levar a reclusão de dois a oito anos, além de multa. A população está de olho. 

PRORROGADO – O recesso na Câmara de Santa Isabel começou cedo neste final de ano, o que pode ter deixado o retorno de alguns vereadores, que assumiram secretarias no Executivo, só para 2018. De acordo com o presidente Alencar, em sua última entrevista ao vivo concedida ao Jornal Ouvidor, alguns vereadores estão descontentes com as Pastas que assumiram em decorrência principalmente da burocracia que vem do Departamento Jurídico da Prefeitura, que de acordo com ele, tem emperrado muitas ações. Para Alencar as Pastas mais descontentes são Saúde e Meio Ambiente. 

BATE BOCA – Alencar garante que alguns Secretários constantemente tem o procurado para reclamarem da secretária de Assuntos Jurídicos, Valesca Cassiano, que de acordo com eles, é a principal responsável pela burocratização em suas Pastas. Na semana passada o clima fechou entre ela e um vereador na Prefeitura em decorrência destes problemas.  

OFFICE GIRL – Durante todo este ano Alencar teceu críticas a Valesca Cassiano, dentre várias ofensas, ele declarou em tribuna na última sessão que ela não serve nem para fazer serviços de Office Boy. Nos comentários de sua entrevista ao Jornal Ouvidor, a Secretária enviou uma nos comentários do vídeo um alerta que sua perseguição a ela pode ser configurada como crime. Valesca explicou ainda que cada Secretaria, dentro da Prefeitura, tem suas responsabilidades e que não compete a ela gerir os contratos de outras Pastas.

MOTIM – Na semana passada a Prefeita Fábia Porto disse em entrevista ao vivo ao Jornal Ouvidor que o presidente da Câmara Alencar Galbiatti tentou promover um motim com os professores da rede municipal para impedir a votação e aprovação do projeto de lei deliberado e aprovado na Câmara em sessão extraordinária ocorrida na quinta-feira, 14/12. 

MOTIM 2 – Alencar mandou um áudio através do WhatsApp alertando aos professores de que a Prefeita iria tirar “na calada da noite” os benefícios e direitos trabalhistas de todos eles. Fábia explica que o que ela propôs foi apenas uma alteração na lei transformando o regime celetista em estatutário, o que, de acordo com ela, foi recomendado pela própria justiça. A Prefeita garante que a regra aprovada já na Câmara, passa a valer apenas para as novas contratações da Prefeitura e que por tanto, os antigos professores contratados antes da nova lei continuarão em regime CLT.