Na região: Mais de 140 mil eleitores decidem o futuro no domingo

Comparado a última eleição, em 2016, o eleitorado da região aumentou apenas 2%. Mulheres são a maioria. Neste ano, transexuais e travestis terão nome social no título

Política Em 04/10/2018 19:43:43

Por Bruno Martins

Um total de 140.362 eleitores entre as cidades de Arujá, Guararema, Igaratá e Santa Isabel vão as urnas domingo, dia 07/10, para escolher os seus deputados estaduais, federais, senadores, governadores e o novo Presidente da República. 

Comparada a eleição de 2016, o eleitorado da região cresceu 2%, somavam na ocasião 137.360 pessoas a escolher os prefeitos e vereadores. Na eleição de 2018, as mulheres são maioria do eleitorado da região sendo mais de 71 mil contra 68.413 homens. A maioria deste eleitorado tem idade entre 45 a 59 anos. 

Transexuais e travestis votam com nome social no domingo

Pela primeira vez nestas eleições, transexuais e travestis poderão votar com o nome social impresso no título. Os dados são do Cartório Eleitoral de Santa Isabel que atende também o eleitorado de Igaratá. Deste total, nove são de Santa Isabel e um é de Igaratá. Os eleitores tiveram o prazo de um mês, entre abril e maio, para solicitar a inclusão do nome social no título. 

Nome social é aquele que designa o nome pelo qual o transexual ou travesti é socialmente reconhecido. Já a identidade de gênero estabelece com que gênero – masculino ou feminino – a pessoa se identifica. Dentre este público está a isabelense Duda Delatorre, que pela primeira vez poderá votar com o nome que escolheu Maria Eduarda Delatorre: “É o primeiro documento que possuo com o nome que escolhi e para mim isso representa a minha liberdade”, diz. 

Para o presidente do TSE, Ministro Luiz Fux: “É papel da Justiça Eleitoral zelar pelo respeito e as diferenças e atuar para que o exercício da cidadania se dê livre de embaraços e preconceitos”, finaliza.