Municípios retrocedem em Índice de Desenvolvimento

Das 12 cidades da região avaliadas no IFDM, em pesquisa divulgada na semana passada, 10 apresentaram queda do nível socioeconômico se comparada à avaliação anterior

Cidades Em 06/07/2018 13:10:14

por Bruno Martins

Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) aponta que municípios paulistas caíram drasticamente na pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). Na região, dos 12 municípios selecionados como amostra, 10 perderam pontos na avaliação da Saúde, Educação, Emprego e Renda, entre os anos de 2013 a 2016.

As cidades avaliadas foram as 10 pertencentes à região do Alto Tietê, Igaratá que pertence ao Vale do Paraíba e Guarulhos na região da Grande São Paulo. Enquanto por um lado, estes municípios apresentaram melhoras nos dados de Saúde e Educação, por outro a baixa pontuação no item Emprego e Renda fez com que a maioria retrocedesse no ranking geral do IFDM. 

Em 2013, antes do ingresso do país na recessão econômica, Arujá estava entre as 100 melhores cidades do país no ranking IFDM, mais especificamente no 84º lugar. Também era considerada uma das 50 melhores cidades do estado de São Paulo. Mas caiu em 2016, último ano base avaliado, para a 191ª posição do ranking nacional. Nos mesmos anos bases avaliados para os indicadores nacionais, Guararema caiu de 386º para a 504º, Santa Isabel de 427º para 938º e Igaratá de 647º para 1897º. Na tabela abaixo você confere a pontuação IFDM das 12 cidades da região nos anos 2013 e 2016. Apenas Biritiba Mirim e Itaquaquecetuba apresentaram ligeira alta nos índices.  

Para calcular o IFDM, a Firjan monitora as áreas de Emprego e Renda, Educação e Saúde com base nas estatísticas oficiais dos respectivos ministérios. O índice varia de 0 a 1, sendo que, quanto mais perto de 1, maior é o desenvolvimento do município. No total foram avaliados 5.471 municípios brasileiros e apenas 431, em todo o país, apresentaram alto desenvolvimento.

Áreas de destaque da região

Educação e Saúde foram as áreas em que as cidades da região mais ficaram próximas de um ponto. Em Educação Guararema foi a melhor entre as 12 cidades com 0,9599; seguida de Arujá com 0,9424 e Mogi das Cruzes com 0,9392. Em Saúde destaque para Mogi das Cruzes com 0,9118; seguida de Santa Isabel com 0,8923; no ranking regional Guarulhos e Guararema estão em 3º e 4º lugares respectivamente.