Município pode perder um milhão de reais

A Educação de Santa Isabel pode perder um milhão de reais, por erros cometidos em prestações de contas feitas em 2005. O caso foi revelado esta semana pela Prefeita Fábia Porto, em entrevista exclusiva ao Jornal Ouvidor pelos 100 dias de seu governo

Cidades Política Em 13/04/2017 19:53:58

Reportagem: Érica Alcântara

 

Em visita ao Ministério da Educação a Prefeita de Santa Isabel, Fábia Porto, descobriu que a secretaria de Educação corre o risco de ter todos os recursos bloqueados, perdendo acesso ao dinheiro destinado ao pagamento de funcionários, aquisição de merenda e a compra de material pedagógico e até de limpeza. “Se não tivéssemos identificado o problema, só descobriríamos quando não houvesse mais direito a recurso, seria o caos na cidade afetando diretamente a vida de mais de 6.300 estudantes”, revelou a Prefeita, durante a entrevista de 100 dias, concedida ao vivo para o Jornal Ouvidor, na segunda-feira, 10/04.

Fábia contou que um erro cometido em 2005, numa prestação de contas junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), fez com que a quantia de R$300 mil se acumulasse com juros numa dívida de aproximadamente um milhão de reais, que deverá ser paga ainda este ano, sem direito a parcelamento. 

“Por isso eu sempre falo da responsabilidade dos gestores em acompanhar de perto a administração dos convênios. Vamos recorrer ao Ministério Público Federal e abrir um processo contra os gestores anteriores para manter o recurso no FNDE, se não ele será cortado de imediato”, disse a Prefeita com notória preocupação.

Neste primeiros 100 dias de governo, Fábia já precisou assinar o acordo de devolução de R$50.000,00 para o PNAC (Programa Nacional de Alfabetização e Cidadania) por falta de prestação de contas da administração anterior.  

Apesar das descobertas estarrecedoras, para Fábia a Saúde tem sido um de seus principais desafios, neste início de governo. A fila de espera para o atendimento das especialidades fez com que ela buscasse parcerias e o contato com universidades e entidades filantrópicas está se transformando em uma programação de mutirões de cuidados com a saúde. “Já tivemos o nosso primeiro mutirão da saúde bucal, com 65 cirurgias realizadas através do voluntariado de uma equipe competente”, ressaltou.

 

Fábia reformou o ônibus de atendimento odontológico que estava parado há três anos e meio, para levar pelo menos um dentista e um clínico geral nos bairros fora do Centro.

Além disso, promoverá processo seletivo para contratação de diversas especialidades, como: urologista, dentista, fisioterapeuta, angiologista, neurologistas infantil e adulto, entre outros. “Minha meta é acabar com as filas de espera até dezembro. No aniversário da cidade entregaremos de presente para Santa Isabel um Pronto Socorro Infantil”, disse.

Das 24 ambulâncias, Fábia recebeu a Saúde com apenas nove em funcionamento. A maioria dos carros tem mais de 400 mil quilômetros rodados, por isso a Prefeita contou que já solicitou novas ambulâncias a Casa Civil e ao Ministério da Saúde. “E negociamos a devolução da base de referência do SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência para Guarulhos”, disse.

Para a Cultura, a Prefeita revelou que uma empresa está interessada em montar uma sala de cinema no município e propõe uma troca, em que o prefeitura concede o imóvel do antigo cinema Yara, adquirido pela Secretaria de Educação na ocasião em que Fábia era secretaria da pasta,  e recebe um imóvel para a criação do teatro municipal.

Além disso, na semana passada, em sua visita a Brasília ela conquistou dois milhões de reais com a senadora Marta Suplicy para a construção de um CEU – Centro Educacional Unificado, voltado para a pratica de atividades artísticas e esportivas.

Fábia também comemora a conquista de quatro milhões e meio de reais, fruto de emenda parlamentar do Deputado Federal Roberto de Lucena, para a reforma do Ginásio Municipal de Esportes. “Teremos ampliação, com direito a construção de uma piscina olímpica e salas dedicadas a dança, capoeira e demais atividades”, revelou.

Sobre o relacionamento com a Câmara, Fábia é enfática: “A união dos três poderes é importante para o avanço, existe muito respeito, mas o debate democrático não significa deixar o outro mandar. Sou uma pessoa democrática, mas a decisão final é minha e continuará sendo minha até o final do meu mandato”, disse.

Assista a entrevista completa com a prefeita Fábia Porto no youtube do Jornal Ouvidor.

 

Notícias Relacionadas