Meio Ambiente lançou no Barreto o Programa Limpa Arujá

A Secretaria de Meio Ambiente de Arujá, com o apoio da escola municipal Hermínia Araki, lançou nesta segunda-feira (03/06), no Parque Rodrigo Barreto, o Programa Limpa Arujá.

Cidades Em 04/06/2013 11:37:43

A Secretaria de Meio Ambiente de Arujá, com o apoio da escola municipal Hermínia Araki, lançou nesta segunda-feira (03/06), no Parque Rodrigo Barreto, o Programa Limpa Arujá. A iniciativa busca orientar e conscientizar moradores quanto a importância da disposição e do descarte correto do lixo.

Neste primeiro dia de atividades, uma tenda foi montada na Rua 50, onde alunos do 6º ano da Hermínia Araki receberam panfletos contendo o itinerário das coletas doméstica e seletiva, bem como informações sobre a separação do lixo úmido e seco, limpeza de calçadas e destinação correta do óleo de cozinha e entulho de obras. Eles ajudaram a distribuir o material.

Na ocasião, a secretária municipal de Meio Ambiente, Ionara Fernandes, lembrou que “a intenção do ‘Limpa Arujá’ é conscientizar sobre a responsabilidade que cada cidadão tem para com o descarte correto dos resíduos gerados, seja na nossa casa, no comércio, na igreja, na indústria ou mesmo nas áreas públicas”.

“Cada um de nós é responsável pelos resíduos que gera e, por isso, o cidadão deve ser cuidadoso com a disposição do lixo de sua residência. O poder executivo, por sua vez, também deve criar alternativas para o descarte de determinados materiais e buscar o máximo de eficiência na coleta dos domiciliares”, acrescentou Ionara.

Segundo a secretária, até o final do ano a Prefeitura irá instalar PEV’s -Pontos de Entrega Voluntária de resíduos da construção civil, para pequenos geradores (que produzem até um metro cúbico/dia), em quatro pontos da cidade. Além disso, a administração ampliará o número de lixeiras em vias públicas.

“Essa é uma ação conjunta, que visa principalmente manter a cidade limpa e agradável a todos. O programa busca ainda incentivar os moradores a instalarem lixeiras em frente à sua casa, conforme determina nossa legislação, afinal, jogar o lixo no lugar adequado é também uma questão de cidadania”, lembrou.

Reciclagem

Os estudantes assistiram a um vídeo educativo sobre o ciclo de reciclagem do poliestireno expandido, mais conhecido como isopor. Na oportunidade, o gestor de projetos especiais da empresa Meiwa, Ivan Michaltchuk, conversou com as crianças e explicou a importância da separação do material.

 “Temos a mania de pensar que o isopor é lixo descartável, mas não é. O poliestireno expandido, que é o nome correto, é um plástico e é reciclável, ou seja, pode ser reutilizado”, disse ele às crianças. Michaltchuk ainda explicou que o material pode ser transformado em réguas, canetas, pranchetas e muitos outros itens.

         Tendas

Até a próxima sexta-feira, tendas serão montadas em diversos locais, das 10 às 14 horas, para a divulgação do programa. Nesta terça-feira, a atividade será realizada na Rua Tuim, nº 330, no Jardim Pinheiro, e contará com o apoio dos estudantes da escola municipal Padre Geraldo Montibeller.

Na quinta-feira (6), a equipe do Meio Ambiente, juntamente com a escola Recanto Primavera, realizará a ação na Rua das Carambolas, nº 25. No dia seguinte, sexta-feira (7), o destino é a Praça do Coreto, sendo que neste local a ação terá o apoio das escolas Dalila Barbosa e Sidônia Nasser.