Leandro Larini e os desafios da nova Gestão

“Falar é prata, ouvir é ouro. O meu dever é ouvir a todos e atender as demandas que melhoraram a qualidade de vida dos arujaenses”

Cidades Política Trânsito Em 27/01/2017 21:05:38

Reportagem: Roberto Drumond

 

Acumulando duas secretarias na nova gestão do município de Arujá, Leandro Larini recebe a reportagem do Jornal Ouvidor e conta quais são os maiores desafios que enfrenta. Desde o dia 01 de janeiro, Leandro responde pelas secretarias de Governo e de Serviços, conciliando as expectativas da população às possibilidades de realização de seus mais de 70 colaboradores. 

“Nossa família já tem uma história de bons serviços prestados em Arujá, por isso o desafio e a cobrança são quadruplicados. Mas eu não tenho medo de desafios”, diz Leandro, acrescentando que seus avós participaram da fundação do município e seu pai, Abel Larini, deixou um legado. “A história de nossa família está atrelada a do município, por isso a cobrança é enorme. Mas eu não tenho medo de desafios”.

Para Leandro, cada dia é uma luta nova, mas o prefeito Dr. José Luís Monteiro tem confiado em sua força de trabalho. A maior dificuldade é de modernizar a máquina e implantar um sistema de trabalho que chegue à toda população, principalmente aqueles que mais precisam, atender a um anseio social.

Com pouco mais de 70 colaboradores vinculados direto à secretaria de Serviços, a pasta ainda conta com os trabalhadores indiretos, que são as empresas prestadoras de serviços. “É uma secretaria peso, pois acumula muitas responsabilidades”, diz.

Além disso, Leandro responde pelos cuidados com o trânsito, a iluminação pública, o asfalto, a poda e a capinação, estes dois últimos são terceirizados, assim como a coleta de lixo.

Na área de serviços, o Secretário identifica como típico problema de Arujá o serviço de capina do mato. “Inclusive, peço a população que nos dê um retorno se o trabalho vem sendo executado a contento. Sabemos que nesta época de chuva é complicado pois o mato cresce muito rápido, mas estamos trabalhando para resolver isso”.

Sobre o serviço prestado pela Sabesp, Leandro diz que a prefeitura sempre manteve boa relação com os gerentes regionais e no quesito obras pela cidade trabalha em parceria. Na pavimentação, a pasta executa constantes operações tapa buraco.

Quanto a iluminação pública, outro desafio, Leandro destaca que é preciso responder a população a altura do que lhe é cobrado através da CIP – Custeio dos Serviços de Iluminação Pública, além disso acompanha o trabalho da Elektro. “Já realizamos reunião com a gerência da Elektro na região em busca de caminhos para melhor atender as demandas de extensão de rede e iluminação dos pontos falhos”, diz. O Secretário revela que a prefeitura deve modernizar a iluminação das principais avenidas e praças, consideradas ornamentais, e que podem ser feitas com mais economia e deixando a cidade ainda mais bonita.

Sobre o trânsito, Leandro elogiou a equipe do setor e disse que está agregando mais experiência ao convidar pessoas capacitadas para somar nas estratégias de melhorias.

Com relação a conciliar duas pastas do executivo, e ainda atender aos pedidos dos vereadores, Leandro com notória humildade diz que é um homem que prefere ouvir a falar, conforme diz o ditado popular que assemelha o bom ouvinte a metal mais precioso. “Sou contemporizador por natureza, sou do diálogo, acredito que falar é prata, calar é ouro. Vamos escutar as demandas da população e estou aqui para atender a todos igualmente”, diz, acrescentando: “Vamos tentar resolver tudo q estiver ao nosso alcance, não tem bola perdida eu vou em todas. Se vou marcar o gol eu não sei mas vou em todas”.

Leandro diz que as portas das secretarias que ocupa estão abertas, quem quiser ter acesso ainda pode ligar na secretaria de Serviços pelo telefone (11) 4651-4278, ou ainda na Secretaria de Governo pelo 4652-7630.

“Estamos aqui para avançar, modernizar e aplicar as novas legislações que tragam benefício para a cidade. Nosso histórico é louvável, mas há desafios ainda e precisamos olhar para frente”, finaliza.

 

Notícias Relacionadas