Ladrões furtam Unidade de Saúde

O prejuízo do furto é pago pela população isabelense

Cidades Saúde Segurança Pública Em 17/02/2017 20:52:54

 

Na madrugada de segunda-feira, 13, a Unidade Básica de Saúde do Bairro Jardim Eldorado, em Santa Isabel, foi invadida. Arrombaram a porta dos fundos e de uma sala levaram um forno microondas, um aparelho telefônico e um computador. A Polícia Militar e Civil foram acionadas para investigar o caso.

Ao arrancar o computador e o roteador da internet, todo o sistema de informação foi danificado. Nem mesmo as canecas dos funcionários se salvaram. “Levaram o que puderam, agora não podemos sequer aquecer a marmita”, lastimam os funcionários.

De acordo com os usuários da unidade de saúde, não é a primeira vez que isso acontece. R. de C. A, 39, revela que “no verão do ano passado furtaram vacinas do posto e no dia seguinte encontramos diversas seringas jogadas no chão de frente com a unidade”.

Ainda na segunda-feira, o secretário de Saúde de Santa Isabel, José Heleno Pinto, concedeu uma entrevista ao vivo ao Jornal Ouvidor e, além dos polêmicos desafios que a administração da Saúde enfrenta, relatou o prejuízo desta ocorrência. “Todos nós pagamos pelos danos causados no posto, por isso, pedimos aos moradores que ajudem a preservar o local”.

De fato, quem procurou atendimento na Estratégia Saúde da Família – ESF na segunda-feira, mesmo que em busca de medicamentos, encontrou a unidade fechada. “Vim pegar meu remédio para pressão alta e mandaram voltar outro dia, um furto pode custar mais caro do que muita gente imagina”, comentou a mulher de 53 anos, que retornou para casa de mãos vazias.

Enquanto aguardavam a perícia, o posto ficou fechado para qualquer atendimento.