Justiça avalia construção da Escola Irmã Paula

No próximo dia 31 um perito judicial deve vistoriar a Escola Municipal Irmã Paula Guimarães Nunes, no Jd. Rosa Helena, em Igaratá. A vistoria é resultado de uma ação movida pela empresa que, na administração passada teria recebido indevidamente parte do valor contratado sem concluir a obra.

Educação Em 24/01/2020 22:34:08

No próximo dia 31 um perito judicial deve vistoriar a Escola Municipal Irmã Paula Guimarães Nunes, no Jd. Rosa Helena, em Igaratá. A vistoria é resultado de uma ação movida pela empresa que, na administração passada teria recebido indevidamente parte do valor contratado sem concluir a obra.

Na administração do prefeito Celso Palau foi constatado que apesar a administração do ex prefeito Elzo de Souza ter dada a obra como concluída, ainda faltava muito para que o prédio pudesse ser utilizado. Esse foi o primeiro desafio da administração que assumiu a prefeitura em 2017.

De imediato uma coluna teve de ser erguida para dar sustentabilidade a uma viga que, sobre a rampa de acesso, apresentava fissuras com evidente risco de rompimento. Problemas como a rede de energia elétrica não instalada, a rede hidráulica inacabada e salas de aula incompletas compunham um cenário pintado de verde e branco em contrariedade com as cores do município.

Aos poucos a equipe da Prefeitura foi conseguindo colocar em ordem permitindo a instalação da Escola Irmã Paula Guimarães Nunes em regime integral e, mais tarde a Escola Técnica, e finalmente a Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo), sendo considerado atualmente um dos melhores campus do Vale do Paraíba, pela própria administração da Universidade.

No final do ano passado um edital foi realizado visando a contratação de uma empresa para concluir o prédio. Nos procedimentos foram identificados além das irregularidades já registradas, o pagamento de outros serviços que não foram feitos conforme o contrato, como a pintura eletrostática dos gradis no entorno do prédio. A pintura foi feita utilizando-se de tinta esmalte simples e sequer foi aplicado fundo protetor na superfície ferrosa, resultando em ferrugem em diversos pontos do cercamento.

Vistoria

Nessa semana, antecipando às preocupações da volta das aulas dos alunos da rede municipal, o prefeito Celso Palau realizou uma vistoria nos serviços que estão sendo realizados no prédio. A colocação de forros e das testadas protegendo o telhado da força do vento que tem sido um grande adversário do prédio. 

Palau constatou que com as recentes e intensas chuvas, o mato cresceu em pontos do pátio e no entorno sendo necessária a limpeza total de todo o espaço. Determinou também que todo o gradil deverá ser lixado e pintado, bem como construída uma cobertura de polipropileno cobrindo o trecho entre o prédio da Escola Irmã Paula e o da creche, oferecendo abrigo aos estudantes nos dias de chuva. Além disso, serão instalados forros, luminárias, calhas, rufos e a total  adequação da parte elétrica e dos pisos externos.  

Palau garante que nos próximos dias vai continuar visitando as escolas para verificar a situação de cada uma e solucionar os problemas existentes: - Se for possível, ainda antes do reinício das aulas previstas para o dia 10 de fevereiro, conclui.