Juiz rejeita prioridade a Dirceu na avaliação de oferta de emprego

Ele tem 67 anos; defesa usou Estatuto do Idoso para pedir prioridade. Juiz disse que análise entrará na fila para não prejudicar outros presos.

Política Segurança Pública Em 04/12/2013 06:55:28

A Vara de Execuções Penais do Distrito Federal negou nesta quarta-feira (4) dar prioridade à análise do pedido de trabalho externo feito pelo ex-ministro José Dirceu, preso no presídio da Papuda, em Brasília, após condenação no processo do mensalão.

A defesa havia pedido prioridade com base no Estatuto do Idoso, que assegura celeridade nos processos de presos acima de 60 anos. A defesa pediu o benefício porque Dirceu tem 67 anos.

Decisão assinada pelo juiz Vinícius Santos Silva, da VEP, afirma que Dirceu terá prioridade em seu processo, mas que a análise sobre a idoneidade do trabalho não pode passar na frente da de outros presos. O teor da decisão foi informado ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta.

Reportagem: Mariana Oliveira