Investimento no Turismo

Estado investirá mais de R$300 mil por ano no turismo em Santa Isabel se a cidade se tornar Município de Interesse Turístico. O pedido para o título, já está nas mãos do governador Geraldo Alckmin

Turismo & Natureza Economia & Negócios Em 16/09/2016 20:20:33

Reportagem: Bruno Martins

 

Santa Isabel só depende agora da assinatura do governador do Estado Geraldo Alckmin para tornar-se Município de Interesse Turístico. Tal título permitirá a cidade adquirir do Estado por ano, cerca de R$390 mil para investimento exclusivo dos trabalhos voltados ao turismo. 

O presidente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) de Santa Isabel, André Falcone explica quais são os projetos do conselho para alavancar o setor na cidade e as conquistas adquiridas nos últimos anos. Para André o título de interesse turístico é o resultado de um longo trabalho que contou com a elaboração de um Plano Diretor de Turismo, que foi doado ao município pela Universidade Guarulhos, cujo projeto demorou cerca de um ano para ser concluído. 

Para conquistar o título, Santa Isabel precisa preencher uma série de requisitos. Ter um Comtur atuante, áreas atrativas para o turismo, dispor de serviço médico emergencial, meios de hospedagem, serviços de alimentação, transporte, segurança, abastecimento de água e coleta de resíduos sólidos, além de ter um Plano Diretor de Turismo.   

O Plano já foi deliberado na Câmara e sancionado pelo prefeito Pe. Gabriel Bina e está agora na Assembleia Legislativa onde já foi analisado e depende unicamente da assinatura do Governador para assim incluir a cidade na lista de 140 municípios paulistas de interesse turístico. Incluída, Santa Isabel passará a ter direito a 2% do orçamento da secretaria Estadual de Turismo, cerca de R$390 mil por ano, onde a Prefeitura administrará o benefício e caberá ao Comtur fiscalizar além também de determinar como será feito os gastos. É previsto que antes do fim deste ano Alckmin assine o projeto.    

Rotas Turísticas

Um dos planos do Comtur já em atuação é a criação de Rotas Turísticas na cidade. Na segunda-feira, 12/09, em reunião com os conselheiros foi aprovado a criação da 2ª fase das rotas, que engloba o Sítio Embaúba que abriga o Museu da Casa Rural e percorre o trajeto pela Estrada do Tropeiro e Mirante do 55, além de passar por estufas de flores e verduras, no Bairro Astro Verde e até pousadas, cachoeiras entre outros atrativos. 

Após a deliberação dos conselheiros o Comtur encaminhará a secretaria de Trânsito da cidade os modelos das dez placas que irão indicar os trajetos da 2ª Rota, o Trânsito se responsabilizará pelas confecções e colocação da sinalização nas áreas da cidade. De acordo com Falcone o objetivo do Comtur é criar oito rotas turísticas que irão abranger os 361 km² de todo o município. 

Nesta semana André Falcone concedeu entrevista ao vivo para a reportagem do Jornal Ouvidor. A entrevista completa, você confere no site do Jornal Ouvidor ou em nossa página do Facebook.