Inundação no Beira Rio preocupa vereadores

Cidades Política Em 28/09/2013 01:59:58

Reportagem: Assessoria de Imprensa da Câmara de Arujá

 

A Moção de Apelo nº59, encaminhada para o prefeito de Guarulhos, Sebastião Almeida, acendeu o debate entre os vereadores sobre o risco de inundação do rio Baquirivú na avenida Beira Rio, no Jardim Primavera, na divisa entre Guarulhos e Arujá.

O autor da Moção, Dr. Wilson Ferreira (foto), propôs o documento como forma de implorar ao prefeito de Guarulhos para que sejam feitas em caráter de urgência obras de desassoreamento e limpeza no Baquirivú no trecho de Guarulhos, pois todos os anos dezenas de famílias perdem seus pertences por conta da inundação do rio.

De acordo com Dr. Wilson há muito tempo não é feita limpeza naquela área do rio. No trecho de Arujá o Baquirivú é canalizado.

O vereador petista, Renato Caroba, destacou que embora seja a favor da iniciativa de Dr. Wilson, a Moção de Apelo deve ser encaminhada ao Governo do Estado, pois o DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) é o responsável por autorizar o desassoreamento e não o prefeito de Guarulhos que nada pode fazer enquanto não houver autorização do órgão. O vereador Rogério da Padaria, que também é do PT, defendeu o posicionamento de Caroba.

Já o vereador Dr. Márcio, além de enaltecer a discussão, afirmou que o esforço deve ser conjunto entre os Poderes. Ele também lembrou da existência do Condemat (Conselho de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê), órgão que reúne os prefeitos da região, e que segundo ele, tem muito mais poder para pressionar o governo do Estado a autorizar as obras no Baquirivú. 

Gabriel dos Santos ressaltou que é a favor da Moção de Apelo, pois o documento endossa ainda mais os pedidos da prefeitura de Guarulhos ao DAEE para desassorear o rio.

A Moção de Apelo foi aprovada com votos contrários dos vereadores Renato Caroba e Rogério, e abstenção do vereador Gil do Gás.