Incêndio atinge unidade de saúde durante invasão e atendimento é suspenso

Chamas foram provocadas durante invasão e furto e destruíram mobiliário, computadores e documentos, além de terem afetado parte da estrutura

Cidades Em 03/07/2018 17:40:36

por Assessoria de Imprensa da Câmara de Suzano

A Unidade de Saúde da Família (USF) Eduardo Nakamura, no Miguel Badra, teve parte de sua estrutura incendiada após invasão e furto praticados durante a madrugada desta terça-feira (03/07). Em razão do ocorrido, o atendimento foi suspenso pela Prefeitura de Suzano e deve ser retomado apenas na próxima semana, até que todos os procedimentos necessários para os reparos sejam realizados. Atualmente, cerca de 20 mil pessoas do bairro dependem dos serviços prestados no local.

O incidente foi constatado pelos primeiros funcionários que chegavam à unidade para mais um dia de trabalho, por volta das 6h50. Eles notaram chamas em uma das alas do imóvel, onde a grade da janela havia sido arrombada e o vidro estilhaçado. O Corpo de Bombeiros foi acionado e minutos depois já estava no local para controlar o fogo. O caso foi apresentado no 2º Distrito Policial, da Cidade Boa Vista, para registro de boletim de ocorrência, e a Polícia Científica foi até o local para realizar a perícia, que auxiliará nas investigações.

O incêndio ocorreu na sala de administração, o alvo dos invasores, e destruiu vários itens: mobiliário, quatro computadores e documentos de funcionários e pacientes, como declaração de atestados, guias de encaminhamento e receituários. As chamas também atingiram parcialmente o forro da sala da gerência, do sanitário, de um dos consultórios e do corredor e comprometeram toda a parte elétrica naquele ponto do imóvel. A estrutura do telhado, aparentemente não sofreu grandes avarias, mas as telhas, a princípio, deverão ser trocadas em alguns trechos. Além disso, a direção da unidade notou a falta de uma impressora multifuncional, que teria sido levada na ação.

O caso está sendo apurado pela Polícia Civil e pela Guarda Civil Municipal (GCM) para a identificação dos suspeitos e para esclarecer a origem do incêndio, se foi intencional ou se é resultado de um curto circuito ocasionado no momento em que equipamentos eletrônicos eram retirados pelos invasores. Já a equipe de manutenção está fazendo o levantamento da situação, principalmente sobre a proporção dos danos na estrutura, para iniciar os reparos. O trecho atingido pelo incêndio será isolado e o atendimento ao público deve ser retomado na próxima terça-feira (10/07).

No início da atual gestão, uma das medidas executadas pela Secretaria Municipal de Saúde no imóvel foi instalar grades em portas e janelas, câmeras de monitoramento e sistema de alarme. Todas essas precauções foram tomadas porque a unidade há tempos tem sido alvo de invasões, furtos e vandalismo. 

“Por causa desse crime, milhares de pessoas ficarão um período sem atendimento. Mas já estamos tomando as providências necessárias para retomar o serviço o quanto antes, até a próxima terça-feira (10/07). Ao mesmo tempo, é importante que a população local proteja esse bem público e acione as autoridades quando notar ações suspeitas. Atuando dessa forma, com as pessoas envolvidas, podemos ajudar a evitar ocorrências desse tipo”, destacou o secretário municipal de Saúde, Luis Cláudio Guillaumon.

 

A USF Eduardo Nakamura, localizada na rua Mário Bochetti, 680, no Miguel Badra, conta com 70 funcionários, entre médicos, dentistas, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e responsáveis pela parte administrativa. Semanalmente, são realizados cerca de 5 mil atendimentos. Apesar de as chamas terem destruído vários documentos, os prontuários dos pacientes não foram atingidos porque estavam em outra sala.