IGARATÁ ADERE AO SISTEMA DETECTA

Com a instalação do sistema ficará mais eficiente o planejamento das ações policiais

Segurança Pública Em 15/12/2017 20:45:30

O prefeito Celso Palau, de Igaratá, esteve na última quarta-feira na secretária estadual de Segurança Pública onde foi conhecer o sistema “Detecta” que através da instalação de câmeras de videomonitoramento nas entradas e saídas do município permite a identificação imediata de veículos e pessoas suspeitas trafegando pela cidade.

Com a instalação do sistema ficará mais eficiente o planejamento das ações policiais, pois permitirá a identificação de padrões de crimes praticados na região a partir dos registros realizados. Então será possível saber com precisão datas, horários e locais em que mais acontecem determinados crimes, além de possíveis migrações ou mudança na atuação da criminalidade.

A inovação vai integrar todas as informações criminais existentes nos arquivos do Estado, além de outros dados importantes para o trabalho policial: chamadas para o 190 (PM) e 193 (Bombeiros), boletins de ocorrência, Infocrim, Ragisp (Relatório Analítico Gerencial de Inteligência de Segurança Pública), Copom Online – utilizado pela PM para localizar ocorrências -, sistemas integrados de videomonitoramento, mandados de prisão, leitores automáticos de placas, lista de veículos roubados e furtados, cadastros de carteiras de identidade e de motorista.

Segundo Palau o plano prevê a instalação, possivelmente de quatro câmeras de alta resolução com OCR (leitores de placas de veículos), integradas com todos os arquivos da segurança pública de modo que a simples passagem de um veículo diante do equipamento permitirá a sua identificação e a constatação de que ele seja furtado ou possa ter estado em outros locais onde tenham ocorrido crimes.  O “Detecta” emite alarmes automáticos fornecendo informações de inteligência sem que seja necessário operar o sistema a todo momento.

Palau foi recebido pelo Secretário de Segurança Pública do Estado, Mágino Barbosa Filho que explicou a possibilidade do Governo de financiar 50% do investimento, basicamente a aquisição das câmeras necessárias para a cobertura da cidade.

Os prefeitos dos municípios de Jacareí, Santa Branca e Paraibuna também foram convidados a aderir ao projeto que desde 2014 tem oferecido a várias cidades paulistas os equipamentos necessários para reforçar a segurança de sua população. Prestigiaram o encontro os deputados André do Prado (PR) e Helio Nishimoto (PSDB) e o secretário de desenvolvimento de Igaratá, Benjamim de Lima.

Para Palau o bolsão de segurança que o Detecta formará na cidade será o segundo passo na construção da cidade inteligente: - O primeiro já foi dado: é a instalação da fibra ótica já em fase de conclusão, os demais são conseqüências, pois permitirão a adoção de novas tecnologias tanto para a administração pública como para os cidadãos.