Idosa fica sem atendimento médico por conta da Copa

Médico falta para assistir jogos da Copa e pacientes ficam sem atendimento

Saúde Em 22/06/2018 19:43:20

por Gabriel Dias

Geralda Dias Tavares tem 78 anos e uma grande ferida na perna direita. Em 2016 ela foi atropelada enquanto voltava do mercado e quebrou a perna. Após uma cirurgia passou a fazer fisioterapia. 

O local da incisão, após a cirurgia, apresentou uma bolha que infeccionou e a idosa reclama de dores, sangramento e sucessivas irritações na pele. “O problema se agrava pelo descaso na saúde”, lamentam os familiares.

O último episódio aconteceu na quinta-feira, 21/06, Geralda tinha uma consulta agendada no Posto Central, “mas disseram que o médico faltou para assistir aos jogos da Copa do Mundo e que a idosa deveria retornar na segunda-feira, 25, para remarcar a consulta”, descrevem.

A família conta que é a segunda vez que isso acontece e para piorar, descobriram que a consulta agendada no ano passado, para que Geralda receba atendimento de um oftalmologista foi misteriosamente apagada do sistema.

“Nos orientaram buscar informações na Secretaria de Saúde, mas lá, para nossa surpresa, também não sabiam explicar como perderam tudo”, lamenta uma amiga da família, que acompanha Geralda nas consultas médicas.

Em nota, a Secretaria de Saúde diz que tomou conhecimento do caso por meio do Jornal e, diante do fato, solicitou à organização que administra a referida unidade que tome as providências cabíveis.

“A carga horária de cada profissional, independentemente de se tratar ou não de período festivo ou excepcional, deve ser cumprida à risca. Aqueles que comprovadamente negligenciam suas funções com condutas inadequadas são devidamente advertidos ou penalizados”.

Segundo a Secretaria de Saúde, casos como este podem ser repassados para Ouvidoria da Saúde por meio do telefone (11) 4651-5579.