H1N1 confirmada na região

De acordo com a secretaria Municipal de Saúde, tratam-se de dois idosos que foram positivados com a doença no mês passado. Outros três casos estão em investigação

Saúde Em 15/06/2018 19:12:49

por Bruno Martins

A meta do Ministério da Saúde é de imunizar 90% do público alvo, em todo o país, contra a gripe Influenza A H1N1. Contudo, a campanha que era para ter terminado ontem, 15/06, foi prorrogada para mais uma semana, pois apenas 77% do público alvo foi imunizado. Esta doença já matou mais de 60 pessoas neste ano no Brasil. Na região a baixa procura também é uma realidade presente nos postos de saúde, gestantes e crianças ainda são minorias nos vacinados. 

Em Arujá 12.699 pessoas já se vacinaram contra a gripe, o que representa 69,31% da meta de imunização do público alvo. Santa Isabel também não é diferente, das 536 gestantes a serem vacinadas dentro da meta, apenas 268 se imunizaram; em crianças de seis meses a 5 anos, os números são ainda mais preocupantes, em um total de 3.164 apenas 1.623 foram levadas pelos seus pais e responsáveis até o posto de saúde para serem vacinados.

Estela Santana, diretora de Vigilância em Saúde de Santa Isabel, explica que: “As gestantes assim como as crianças são mais suscetíveis as infecções, devendo, portanto, serem imunizadas anualmente. É importante ressaltar sempre que a gestante é vacinada contra gripe ela transfere anticorpos ao bebê através da placenta, assim o bebê que não pode receber a vacina ao nascimento também estará imunizado”.

Dois casos confirmados, 3 em investigação 

Santa Isabel já confirmou dois casos positivos de H1N1, sendo um homem e uma mulher de 71 e 82 anos respectivamente. Ambos são moradores do município, mas de acordo com a secretaria de Saúde não é possível afirmar que adquiriram a doença em Santa Isabel, uma vez que a doença é transmitida pelas vias respiratórias: “A orientação primordial é a lavagem das mãos com água e sabão, principalmente após tossir ou espirrar. Manter os ambientes bem ventilados e evitar locais fechados com muita aglomeração”, aconselha Estela.

Os casos em investigação tratam-se de dois moradores de Santa Isabel e um de São Paulo, todos notificados pela Santa Casa da cidade que já apresentam evolução do quadro.

Tanto Santa Isabel, quanto Arujá e Igaratá ainda possuem doses da vacina disponíveis em suas unidades de saúde. A campanha se estenderá até sexta-feira, 22/06, em todo o país. 

Igaratá supera meta

De acordo com dados da secretaria de Saúde de Igaratá a cidade tinha meta de vacinar 2.206 pessoas. Até esta semana 2.355 doses já tinham sido aplicadas o que corresponde a 106,75% do público-alvo.