Feridas e cicatrizes

por Camila Britto

Crônicas Em 09/08/2019 19:39:57

Já parou pra pensar o aconteceria se você quebrasse a perna na infância e depois de 20 anos ainda não tivesse a engessado devidamente?

Se você sofre uma fratura no corpo, sabe que deve tratar desse problema imediatamente.

Aquele primeiro trauma, que pode até ter sido pequeno e simples num primeiro momento, se não cuidado, iria se transformar em uma grande chateação, alterando sua locomoção, saúde física e até mental.

Quando há trauma, o ortopedista e o fisioterapeuta são unânimes: quanto mais cedo tratar o dano físico, maiores as chances de uma cura, e menores as consequências.

É exatamente assim que acontece com nossos traumas psicológicos. Eles devem ser adequadamente tratados. E o quanto antes.

Se você ignora o trauma psicológico, seja por desconhecimento, seja por negligência, alguma hora a conta vai chegar.

E ela pode vir de formas diferentes para cada indivíduo. Uma das principais delas é a mágoa.

E o que é a mágoa?

A mágoa é a herança do trauma mal resolvido. É o fantasma que não foi sepultado.

O tempo passará e ela terá um poder cada vez maior sobre você.

Os únicos legados da dor deveriam ser o aprendizado e o fortalecimento. Mas nem sempre as coisas são assim.

Aí, você precisa cuidar das antigas feridas para que elas não se tornem um impedimento.

Para muitas pessoas, a mágoa se cristalizou de tal forma que é especialmente difícil tocar no assunto. Ele se torna um tabu. Existe um medo de que, ao mexer na ferida, ela fique ainda maior. Mas não. Não é isso o que acontece.

Quando você mexe em uma ferida, ela certamente irá doer. Mas olhar para ela com o comprometimento de curá-la fará com que o dano seja cada vez menor.

Então, encarando a ferida, você irá transformá-la em cicatriz.

E o que é a cicatriz?

A cicatriz é a marca da conquista, que deve ser vista com orgulho e compaixão.

Cuide de suas feridas, e abrace cada cicatriz