Febre Amarela faz mais vítimas

Arujá e Santa Isabel somam juntas oito casos positivos de febre amarela. As secretarias de Saúde investigam o caso de dois irmãos, que residem no limite entre os dois municípios e deram entrada na UPA isabelense com sintomas da doença

Saúde Em 09/03/2018 17:51:40

 

Reportagem: Bruno Martins

 

Santa Isabel confirmou nesta semana mais dois casos positivos de febre amarela, dentre eles está um macaco encontrado morto em janeiro deste ano no Bairro Pedra Branca e mais um morador do Bairro Ouro Fino. Além destes a Saúde ainda investiga mais dois casos numa mesma família, do Bairro São Domingos que deram entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) apresentando sinais e sintomas da doença. Arujá confirma mais uma morte por febre amarela e já soma quatro casos positivos. 

A secretaria de Saúde de Santa Isabel investiga os casos suspeitos em parceria com a Prefeitura de Arujá uma vez que o Bairro São Domingos, está no limite entre os dois municípios. No mesmo local ainda há o caso suspeito de uma morte por febre amarela de um homem de 48 anos. Santa Isabel garante não ter sido notificada pelo Estado sobre esta morte.

Sobre o caso humano, confirmado ontem pelo Instituto Adolfo Lutz, a diretora de Vigilância em Saúde de Santa Isabel, Estela Santana, explica que trata-se de um paciente de 58 anos, que procurou atendimento no Posto de Saúde do Bairro Ouro Fino, as amostras do paciente foram colhidas e enviadas para análise: “Ele passa bem, já está trabalhando e fez todo o tratamento em casa, não foi necessário a internação”, explicou. 

Estela esteve também na UPA na tarde de quinta-feira, 08/03, avaliando o caso de dois irmãos de 21 e 15 anos que deram entrada na unidade com sinais e sintomas similares ao da febre amarela. Apenas os dois irmãos não tinham tomado a vacina, a família declara que foi imunizada pela secretaria de Saúde de Arujá: “O São Domingos fica bem no limite entre Arujá e Santa Isabel, por isso é impossível afirmar se são pacientes nossos ou de lá, mas independente disso, após a suspeita destes casos, nossos agentes de endemias já estiveram no bairro realizando todas as operações de bloqueio, e conversando com os moradores a fim de identificar se há mais casos suspeitos ou não”, explica Estela. Amostra de sangue dos pacientes foram colhidas e enviadas ao Adolfo Lutz e dentro de cinco a sete dias a Secretaria espera receber a confirmação dos casos. 

Durante entrevista ao vivo, nesta semana, ao Jornal OUVIDOR, Estela confirmou que um macaco encontrado morto em janeiro no Bairro Pedra Branca morreu de febre amarela: “O Adolfo Lutz nos confirmou nesta semana, mais um caso positivo de febre amarela em um primata não humano”, diz. Atualmente a cidade registra quatro casos confirmados da doença, sendo dois humanos e dois macacos. 61.701 pessoas já foram vacinas em Santa Isabel. 

Servidor público morreu de febre amarela

O Estado notificou na manhã de ontem a secretaria de Saúde de Arujá de mais um caso positivo de febre amarela na cidade. Trata-se de um servidor público da prefeitura de Arujá, que residia no Bairro Mirante. São quatro casos já confirmados da doença na cidade, três deles foram a óbito, sendo além deste do Bairro Mirante, um morador de 60 anos do Bairro Josely morto em 24 de janeiro e outro de 46 anos do Bairro Corrêas, que foi a óbito em 9 de fevereiro. Os casos somam-se ao de uma mulher que está recuperando a saúde e contraiu febre amarela após uma viagem a Minas Gerais. 

Sobre os casos suspeitos do Bairro São Domingos Arujá afirma serem pacientes de Santa Isabel, mas que na próxima semana, em parceria com o município vizinho, promoverá ações de nebulização, bloqueio e vacinação no bairro. 

Oitenta e uma mil pessoas já foram vacinadas contra a febre amarela em Arujá, até esta sexta-feira. A dose é aplicada nas Unidades Básicas de Saúde Parque Rodrigo Barreto, Nova Arujá, Jardim Real, Mirante, Jardim Fazenda Rincão e no Centro de Saúde II.