Farmacêuticos serão treinados para orientar população sobre doença causada pelo novo Coronavírus - COVID-19

Conselho Regional de Farmácia de SP alerta para uso de medicamentos que podem mascarar a doença

Saúde Em 13/02/2020 19:00:38

Diante da expansão e do aumento do número de mortes em função da COVID-19, o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo, CRF-SP, irá capacitar os farmacêuticos do Estado para auxiliar as pessoas que procurarem a farmácia com sintomas da doença.

O lançamento da campanha “Farmacêuticos contra o novo coronavírus” acontece no próximo dia 18 de fevereiro, na sede do CRF-SP e será transmitido ao vivo pelo portal da entidade. Entre os principais temas que serão abordados estão as formas de transmissão e prevenção, a identificação de sinais, casos suspeitos e notificação, além de diagnóstico laboratorial e tratamento. A campanha contará ainda com um folder voltado à população, além de uma capacitação online.

Pelo fato da farmácia ser, em grande parte das vezes, o primeiro local de procura por atendimento de um profissional de saúde, é fundamental que os farmacêuticos estejam preparados para identificar os sinais e sintomas da doença, assim como encaminhar para atendimento médico, os casos suspeitos. Outro aspecto importante é orientar sobre o perigo da automedicação, que muitas vezes pode mascarar o sintoma e adiar o diagnóstico de algo mais grave.

Hoje são mais de 18 mil farmácias no Estado de São Paulo que atendem pacientes com as mais diferentes demandas. Por isso, o foco do CRF-SP é munir o farmacêutico com informações, materiais técnicos, fichas de atendimento e manejo que devem ser utilizados quando o paciente estiver com suspeita de COVID-19.

 

Os riscos das fake news

Como profissionais de saúde, os farmacêuticos devem estar cercados de informações sobre o assunto para desmentir qualquer alarde que possa se espalhar por meio de notícias falsas. Uma das fake news que circulam pelas redes sociais relacionada ao COVID-19 aponta o uso de vitamina C + zinco como tratamento para combater a doença. Essa notícia foi desmentida pelo Ministério da Saúde em seu portal e pode trazer um risco real à saúde do cidadão. O excesso de vitamina C pode causar cálculo renal, além de interagir com outros medicamentos como anticoncepcionais causando a variação dos níveis de hormônios da pílula.

 

Resumo da COVID-19:

O QUE É?

• Trata-se de uma doença causada por um vírus que pertence à família dos coronavírus

TRANSMISSÃO

• Gotículas de saliva

• Espirro

• Tosse

• Catarro

• Contato próximo, como toque ou aperto de mão

• Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com boca, nariz ou olhos

SINTOMAS

• Febre

• Tosse 

• Dificuldade para respirar

Em casos mais graves pode causar pneumonia e até morte

O vírus pode ficar incubado por duas semanas até o aparecimento dos sintomas.

TRATAMENTO

Não há tratamento específico para COVID-19, mas indica-se:

• Repouso e ingestão de líquidos

• Uso de antitérmicos e analgésicos, se necessário

• Uso de umidificador no quarto ou banho quente para auxiliar no alívio da dor de garanta e tosse

PREVENÇÃO

• Lave as mãos  frequentemente com água e sabão ou higienize-as com álcool gel se não estiverem sujas

• Cubra a boca ao tossir ou espirrar

• Utilize lenço descartável para higiene nasal

• Evite tocar mucosas de olhos, nariz e boca

• Não compartilhe objetos de uso pessoal

• Evite contato próximo a pessoas que apresentem sintomas da doença

• Evite contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações

• Mantenha os ambientes limpos e ventilados

FIQUE ATENTO!

Quem esteve em área com casos confirmados da doença e apresentar sintomas suspeitos, deve:

• Evitar o contato com outras pessoas

• Procurar um serviço médico

• Seguir os cuidados recomendados para prevenção

• Utilizar máscara para evitar a propagação do vírus

 

Sobre o CRF-SP - Entidade responsável pela habilitação legal do farmacêutico para o exercício de suas atividades, o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP) é a maior entidade fiscalizadora de estabelecimentos farmacêuticos do país, com mais de 80 mil fiscalizações anuais em farmácias, drogarias, hospitais, indústrias, laboratórios, transportadoras e mais de 65 mil profissionais inscritos. Mais informações www.crfsp.org.br

Notícias Relacionadas