ESCOLHA DIFÍCIL

por LUIS CARLOS CORRÊA LEITE

Crônicas Em 27/03/2020 22:37:55

A posição assumida pelo presidente Jair Bolsonaro diante da crise vivida pelo país, e pelo mundo, somada à divisão política existente no Brasil, que parece insuperável, reclama uma reflexão. É obvio que serão necessárias medidas duras visando conter a propagação do chamado coronavírus, mas não se pode esquecer, como tem afirmado o presidente, que a atividade econômica precisa ser mantida, em especial aquelas voltadas para as camadas menos favorecidas. 

Exemplo disso é o próprio governador João Dória, que ao mesmo tempo em que defende o fechamento do comércio, admite, e até estimula, a continuidade do trabalho nas indústrias, na construção civil, sem falar nas atividades tidas como essenciais, a exemplo dos supermercados, farmácias, padarias, etc. 

Mas, de que adianta a indústria estar funcionando se os canais de distribuição estão fechados? E mais, já está provado que a camada da população mais afetada pela doença é constituída por idosos, grupos de risco em qualquer tempo, e em qualquer situação sanitária. 

No próximo quinto dia útil do mês de abril estão previstos os pagamentos de salários, mas não serão poucas as empresas que não disporão de recursos para tanto. Disso decorrerá uma cadeia de inadimplência, que provocará o não pagamento de aluguéis, tributos, afetando o caixa dos governos e impossibilitando a continuidade das ações necessárias ao combate não só da epidemia como também de outras doenças endêmicas, como a dengue, tuberculose, que continuam matando, e até mais do que o coronavírus, pessoas de todas as idades. Por isso, não se pode afirmar que o presidente adota posições temerárias em termos de saúde pública. A fome também é um problema muito sério.

É preciso, pois, encontrar uma solução isenta de paixões políticas, que busque o real interesse da nação, afastando-se aqueles que querem a qualquer custo negar a legitimidade de um presidente que, queiramos ou não, foi eleito pela maioria da população. Que esperem por 2.022.