Escolas de Igaratá e Santa Isabel ganham Prêmio Nacional

Leitura leva isabelenses e igarataenses ao reconhecimento nacional

Cidades Educação Em 22/02/2019 22:27:01

Entre 1.130 escolas participantes de 100 municípios do Brasil, a Emef Irmã Paula Nunes Guimarães, de Igaratá, ficou entre as dez melhores no projeto PVE (Parceria pela Valorização da Educação), desenvolvido pela Votorantim Papel e Celulose. Santa Isabel participou com 24 escolas e também foi destaque na avaliação.

O reconhecimento rendeu para a Emef Irmã Paula um curso de pós-graduação para os gestores e o fornecimento, por 12 meses do kit de pedagogia que inclui uma assinatura da revista “Nova Escola” da editora Abril. O concurso propõe a avaliação das unidades escolares em três modelos: mobilização social; formação de gestores e a gestão educacional. Na mobilização social é verificada a atuação social da escola, sua presença e integração na comunidade. No item formação de gestores é avaliadaas condições de trabalho e o apoio dado aos professores no processo educativo e as práticas mais relevantes no ensino. 

O item Gestão Educacional deu o prêmio à Emef. Irmã Paula (Escola Integral de Igaratá). Nele avalia-se o acompanhamento do aprendizado dos estudantes de forma efetiva e eficiente. O projeto apresentado pela escola igarataense foi o “Foco na Leitura” através do qual os estudantes foram estimulados a conhecer e aprender tudo sobre a vida e a obra de escritores brasileiros. O escolhido pela escola foi o cartunista Ziraldo que teve toda a sua obra, em especial o livro “Menino Maluquinho”, estudada pelos alunos do ensino fundamental.

A entrega do prêmio aconteceu na última terça-feira (19/02), em São Paulo, onde a professora Pedrina Bueno Machado recebeu um troféu simbolizando o reconhecimento.

Santa Isabel em destaque

24 unidades escolaresde Santa Isabel disputaram na primeira fase com escolas de outras 104 cidades, restando somente 8 na final, que faziam parte da categoria de municípios acima de 21 mil habitantes. O que determinou a conquista do Prêmio foram as ações da Secretaria de Educação em relação aos projetos e atividades desenvolvidas pelos gestores, coordenadores, professores e equipe técnica, num programa em que os alunos da Rede permanecem focados na Leitura.

“A Leitura permite ir além da realidade, é um instrumento poderoso, capaz de conduzir a criança para um futuro melhor e de grandes possibilidades individuais e coletivas. Ninguém pode tirar do aluno o conhecimento adquirido”, diz a Prefeita de Santa Isabel, Fábia Porto.