Escola Livre comemorou o Dia do Músico com apresentação de taikô

Cidades Cultura Em 25/11/2013 07:00:47

 A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e a Escola Livre de Música Edmundo Ramos Barbosa celebraram no último sábado o Dia do Músico, comemorado em 22 de novembro. A data foi lembrada com a apresentação especial do grupo de taikô (tambores japoneses) do Nippon Country Club.

         Na oportunidade, além de se apresentar, o grupo explicou aos presentes que o taikô é um instrumento de percussão cuja superfície é confeccionada com pele de animal. Ele é tocado com a mão ou com uma baqueta e exige habilidade rítmica e preparo físico para sustentar as batidas.

O instrumento, que já foi utilizado em cerimônias religiosas e também para anunciar guerras e intimidar adversários, hoje reflete a música tradicional japonesa para o mundo, sendo praticado em vários países, principalmente no Brasil, onde há cerca de dois mil praticantes.

Bruno Yuji Yamamoto, único instrutor do país que é graduado em taikô no Japão, também explicou que o som do taikô pode ser propagado por mais de 10 quilômetros: “Antes da segunda guerra mundial, ele era usado como ferramenta de comunicação entre aldeias”.

Antes de permitir que os presentes tivessem uma “aula experimental” de taikô, o instrutor lembrou que o grupo do Nippon foi formado em setembro de 2006 e conta com membros de várias etnias. “Queremos, no próximo ano, abrir turmas inclusive para quem não é associado ao clube”, antecipou.

A secretária de Cultura e Turismo, Bernadete Lucena, aproveitou a ocasião para convidar o grupo para participar das atividades do calendário cultural do município. Ela também se dispôs a estudar uma parceria para que a escola livre passe a ter aulas de taikô.

“Essa é uma apresentação emocionante e que com certeza acrescenta muito à nossa cultura. Fico muito feliz por termos tido a oportunidade de conhecer mais dessa tradição e espero que muitas outras pessoas tenham a chance de aprender algo tão singular”, disse a secretária.