Em tempo de Pandemia: Como funciona uma mente empreendedora

“Enquanto uns choram, outros vendem lenço”, esse ditado popular explica como funciona uma pessoa que transforma uma crise em oportunidade de negócio

Economia & Negócios Em 25/03/2020 16:15:06

Por Érica Alcântara

O Coronavírus está afetando a economia de todos os países. O consultor de empresas e negócios  Mauro Oliveira destaca que o fato de aproveitar uma crise, não significa colaborar com ela. Ele destaca que é justamente neste período que você identifica a sua capacidade de lidar com as adversidades e até crescer com elas.

“É possível, por exemplo, que muitas empresas percebam as enormes vantagens do trabalho ‘homeoffice’. A estratégia de evitar a contaminação dos ambientes compartilhados, mantendo os funcionários trabalhando remotamente de casa, pode gerar economia de aluguel, água, luz, vale refeição e transporte entre outros”, explica. E através disso as empresas podem repensar o tamanho de seus escritórios após a crise.

Para o Consultor, é fato notório que o mundo está impactado com o Coronavírus, mas a economia não para e este é o momento em que as pessoas e as empresas serão desafiadas a escolher entre o desespero, que leva muitos empresários a meter os pés pelas mãos, ou reverter a situação entendendo a crise e tirando proveito de suas lições.

“Tenho como clientes,  investidores que estão apostando em compras de ações nas bolsas de valores, onde a crise promoveu quedas de preços que, em um futuro não muito distante, irão elevar e muito o patrimônio destes empresários”, relata.

Mauro conta que na Itália, país com o qual trabalha como consultor de uma empresa,  existem regiões em que não se encontra mais pastas de dente nos mercados, em outras há racionamento de água e comida. Na China houve a necessidade de se impor regras de compra para que não houvesse famílias com estoques de alimentos em detrimento de outras à míngua.

“Sabemos que o natural do ser humano é entrar em pânico. Devemos lembrar da crise gerada durante a greve dos caminhoneiros, a gasolina chegou a ser vendida à R$25,00 o litro”, recorda.

Estratégia

“Mantenha a calma”, destaca o Consultor. Para Mauro, a primeira dica para superar economicamente esta crise é manter a calma. “Há mais de 10 anos trabalho orientando empresários de diversos setores, então, para superar e até aproveitar a crise o empreendedor deve manter uma visão estratégica de mercado, é ela quem vai garantir a estabilidade da empresa”, ressalta.

Em sua rotina, Mauro trabalha em criar conexões entre pessoas e empreendimentos. “Recentemente um cliente do Brasil não encontrava máscaras para comprar e outro no Turquia tinha disponível mais de mil lotes de máscaras para vender, todos os trâmites de importação e exportação eu resolvo para que essas conexões sejam rápidas, pois em crise agilidade atrelada com estratégia é fundamental”, explica.

O Consultor destaca que o empreendedor deve observar o mercado para reagir à altura. “Pesquisar, analisar, conectar oportunidades são rotinas a serem adotadas. Recentemente conectamos empresários da saúde com empresas produtoras de termômetros infravermelho, uma nova tecnologia que muda o mercado, pois dispensa o contato entre o agente de saúde e o paciente e é mais um diferencial no combate a proliferação de vírus”, conta.

No Brasil é comum encontrar empresários que ainda não perceberam que o mundo está conectado e, muitas vezes, a solução para uma determinada crise está além das fronteiras do município, do estado, ou do país. “Na Itália, o Coronavírus promoveu uma mudança inusitada na economia, muitas empresas familiares estão recebendo incentivos fiscais para diminuir a dependência nacional por produtos importados da China” e retomarem a produção local, conta.

O próprio papel do Consultor empresarial ganha mais espaço diante da crise, Mauro conta que muitas empresas não possuem um departamento estratégico de vendas e mercado e, diante da crise, ao invés de contratar um funcionário fixo, com encargos trabalhistas e demais vínculos empregatícios, o consultor vira uma peça chave que pode fazer a diferença em tempos de pandemia.

 

Mauro Oliveira - Consultor de empresas e negócios - mauro.djoliveira@gmail.com