Duas médicas assumem vagas em UBSs a partir de hoje

Duas profissionais brasileiras assumirão as vagas do Programa Mais Médicos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Parque Rodrigo Barreto e do Jardim Emília a partir desta segunda-feira (03/12).

Saúde Em 03/12/2018 16:45:52

por Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Arujá

Duas profissionais brasileiras assumirão as vagas do Programa Mais Médicos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Parque Rodrigo Barreto e do Jardim Emília a partir desta segunda-feira (03/12). Uma terceira médica já se apresentou e passará por treinamento para iniciar no município. As próximas vagas a serem preenchidas são para os postos do Mirante e Jardim Real.

As informações são da Secretaria de Saúde de Arujá. A Pasta tomou todas as medidas administrativas visando à substituição assim que foi anunciada a saída dos cubanos. O município contava com oito profissionais pelo Mais Médicos, quatro deles de Cuba (um, no entanto, já tinha concluído contrato antes de ser encerrado o convênio entre os governos).

“Além das atualizações junto ao Ministério da Saúde, fizemos uma reorganização interna para que não houvesse prejuízo ao atendimento dos pacientes. Nossa expectativa é de que em breve possamos contar com equipes completas em todas as UBSs”, pontua a secretária municipal de Saúde, Carmen de Araújo Pellegrino.

Médicas

Segundo Amanda de Carvalho Dogatti, que terá na UBS do Barreto seu segundo emprego, o fato de residir em Mogi das Cruzes foi determinante para a sua escolha por Arujá, em razão da proximidade. Seu primeiro trabalho foi em um Pronto Atendimento. “Quero atuar na atenção básica. Nela é possível criar um vínculo que permite conhecer e atender melhor o paciente”, disse.

Já Susiele Thais Luz de Melo, que atuará na UBS Jardim Emília, mora em Santos. Embora já tenha residido no Alto Tietê, ela virá para o município por ter encontrado em Arujá uma oportunidade de iniciar na profissão. “Tenho preferência por este modelo de atenção à saúde que garante um acompanhamento em longo prazo para as pessoas”, pontua. 

 

Antes de iniciar os atendimentos, as profissionais do Mais Médicos passaram por um treinamento na Secretaria de Saúde. Elas aprenderam, entre outras atividades, a manusear o E-SUS AB, sistema digital - no qual a cidade é tida como referência na utilização - desenvolvido pelo Ministério da Saúde para reestruturar as informações da atenção básica em nível nacional.