DST em debate

Diretora da secretaria de Saúde de Santa Isabel, tira a dúvidas de internautas sobre os diferentes tipos de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s)

Cidades Saúde Em 17/02/2017 18:47:40

Reportagem: Bruno Martins

 

Mais de 800 mil pessoas contraíram o vírus do HIV no Brasil nos últimos anos, os dados são da UNAIDS, órgão ligado a Organização das Nações Unidas (ONU) que presta apoio a pessoas soro positivas. Foi com base nestes dados que a diretora de Vigilância em Saúde de Santa Isabel, Estela Santana, em entrevista ao vivo ao Jornal Ouvidor tirou todas as dúvidas sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s).  

São 20 tipos diferentes de DST’s, em Santa Isabel os mais comuns são Sífilis e HIV. Dados da secretaria de Saúde, indicam que nos últimos anos 70 pessoas, de Santa Isabel, contraíram AIDS: “Este número diz respeito apenas a pacientes que possuem cadastros junto a Secretaria de Saúde, mas temos também pessoas que optam pelo tratamento particular, ou em outro município, por isso este número de soro positivos pode ser ainda maior”, explica Estela.

No ano passado uma epidemia de Sífilis no Estado de São Paulo, atingiu Santa Isabel e os casos positivos da cidade, triplicaram: “Chegamos a 60 casos positivos, o que em anos anteriores tínhamos uma média de 10 ou 15, mas intensificamos as campanhas de prevenção, o que nos ajuda neste ano a controlar melhor os casos”, disse. 

A Diretora alertou sobre a importância do sexo seguro e dos exames preventivos anuais a fim de evitar complicações se contraídas quaisquer DST’s. A Secretaria distribuirá preservativos durante os dias oficiais de carnaval, em portais e praças da cidade. 

 

Notícias Relacionadas