De onde vem o mau cheiro?

por Ricardo Granja, Diretor Geral da GTRES Metais Sanitários

Construção & CIA Em 25/03/2015 04:37:55

Um cheiro ruim começa a infestar os cômodos da casa, os moradores tentam melhorar a situação com produtos de limpeza, mas acabam desistindo e muitas vezes se acostumando a conviver com o problema. A história é comum em residências e até empresas... Por descuido, erros na construção e desconhecimento, deixamos o odor desagradável tomar conta do local. A questão é: o que fazer para detectar e erradicar o mau cheiro?

A primeira medida, bastante simples, é verificar o sifão, acessório localizado embaixo de pias e tanques, que sempre deve estar conectado à parede. Essa peça se destina a levar a água das atividades cotidianas para o esgoto, evitando a volta de gases pelo cano. O problema é que a maioria desses produtos são vendidos no modelo “Extensivo”, um tubo branco que parece uma sanfona e não possui copo fixo.

Nesses casos, é necessário que esse o copo seja moldado no momento da instalação, podendo utilizar uma abraçadeira de fecho hídrico, capaz de evitar o retorno de gases com odores desconfortáveis. É importante escolher e instalar sifões com atenção, pois, se ele estiver reto, o cheiro pode vir dali.

Outro item a ser checado é o ralo. Muitas vezes utilizado como depósito de resíduos, ele não deve obstruir a passagem da água, por isso é recomendada uma limpeza constante. São pequenos cuidados ao longo tempo para impedir que se chegue a uma situação na qual seja necessário “quebrar” o banheiro, a cozinha ou algum outro ambiente da casa.

Se o problema não for esse, vale ir mais a fundo e vistoriar a caixa sifonada, ligada ao ralo, que é instalada no piso e faz o processo de isolamento dos gases.  Com várias entradas e apenas uma saída para a água, ela detém um fecho hídrico que dificulta a passagem do odor do esgoto. Caso ela esteja em mau estado de conservação ou apresente medidas incorretas, tende a tornar o ambiente inutilizável.

Por fim, vale mencionar um item pequeno e pouco conhecido, porém, essencial: o anel de vedação para vasos sanitários. Quando instalada, essa peça de material maleável elimina o odor, dispensando o uso de bolsas plásticas para ligações. Da mesma forma, os furos e rachaduras dos canos também precisam ser constantemente inspecionados, já que a tubulação leva água do esgoto.

Como se vê, o mau cheiro tem solução, na maioria das vezes mais prática e simples do que pensamos. Não é necessário ser nenhum especialista no assunto, basta estar atento e verificar os possíveis causadores do problema. Afinal, de forma alguma esse incômodo deve se tornar um “frequentador” da sua casa.