Crateras no asfalto incomodam a população

Com carros estacionados de um lado e buracos de outro, motoristas tem dificuldade para transitar pelas ruas de Igaratá

Cidades Em 16/03/2013 12:51:53

As inúmeras crateras que surgiram nos últimos meses nas ruas Altino de Souza Priante e Euclides Prianti Chaves, em Igaratá, causam descontentamento aos moradores, transeuntes e motoristas que utilizam as vias.

Sem manutenção, os buracos aparentemente se multiplicam e aumentam em diversos pontos da Rua Altino de Souza Priante, a dimensão das crateras atrapalha a passagem de veículos principalmente nos locais onde há carros estacionados no lado oposto, onde o asfalto ainda se encontra menos fragmentado. “Agora no período chuvoso o asfalto cede ainda mais e a profundidade dessas crateras danifica nossos carros, sem contar a lama que fica acumulada”, reclamam os moradores.

 “Sentimos que esta rua está esquecida, não vem ninguém da prefeitura realizar manutenção, o mato também está crescendo e junto cresce a sensação de abandono”, lamenta uma dona de casa.

Na Rua Euclides Prianti Chaves o problema se repete. Uma grande cratera se formou no canto direito da via, enquanto no lado esquerdo há um fusca estacionado, aparentemente abandonado, com pneus vazios e as rodas plantadas no chão. Nesse trecho aumenta a dificuldade de transitar, já que motoristas tem que fazer malabarismos para não danificar seus veículos no buraco e nem bater no carro enferrujado.

A Lei nº 1720, de 25 de janeiro de 2013, “Lei do Entulho”, proíbe dispor, manter, expor, depositar, em vias, passeios canteiros, praças, jardins e qualquer área ou logradouro público carros velhos, restos de carros, peças de lataria e similares. O infrator será notificado pela prefeitura e deverá tomar providências no prazo de dois dias úteis, ficando sujeito à multa diária.  A lei entrou em vigor na última terça- feira, 12, mas a prefeitura não informou se deu início à fiscalização e nem quantas notificações já foram emitidas, o que se vê pelas ruas são diversos entulhos espalhados pelas ruas do centro, além de veículos abandonados.  A multa diária para o infrator que não atender à solicitação da prefeitura em até dois dias, será de R$ 245,28.

A assessoria de imprensa da prefeitura não se manifestou a respeito das crateras nas referidas ruas.