COVID: Santa Isabel volta a registrar alta no número de mortes

Só em dezembro, Santa Isabel contabilizou 16 óbitos pelo Coronavirus, o número é 433,33% superior as 3 mortes que foram registradas em novembro

Saúde Em 08/01/2021 21:34:34

Por Bruno Martins

“Sentiremos agora o reflexo negativo do resultado das aglomerações feitas nas festas de natal e reveilon. Teremos ainda mais pessoas infectadas, mais pacientes se agravando e consequentemente mais óbitos”, o alerta é do médico, linha de frente no combate a Covid-19 em Santa Isabel, Dr. Luís Silva. 

Para ele, em janeiro e fevereiro a cidade deverá registrar um número ainda maior de óbitos pela Covid-19 que poderá superar, inclusive, os 16 casos fatais registrados em dezembro do ano passado: “O vírus leva entorno de 10 a 14 dias para entrar no período de encubação, então quem contraiu a doença no natal, por exemplo, já começou a apresentar os primeiros sintomas no dia último dia 05 podendo se agravar lá para o próximo dia 20 em diante”, explica.

Luis ressalta ainda que só pelo número de mortes registrados em dezembro a cidade já deveria estar em alerta máximo: “Registramos um número igual ao que tivemos nos meses de junho e julho, onde passamos pelo ápice da pandemia”, diz. O mês com o maior número de mortes por covid em Santa Isabel, desde o início da pandemia, foi maio. Naquela época a cidade contabilizou 17 mortes.  

Região permanecerá na fase amarela 

Pelo menos quatro regiões do Estado de São Paulo voltaram para a fase laranja do Plano São Paulo. O anuncio foi feito ontem pelo governador João Dória. Porém não é o caso de Arujá, Santa Isabel nem de Igaratá, pois as regiões da grande São Paulo e do Vale do Paraíba permanecerão na fase amarela.

Nesta semana em reunião virtual com os 645 prefeitos eleitos e reeleitos no estado, o governador João Doria cobrou e exigiu que os administradores municipais ajam com responsabilidade em relação as recomendações das autoridades estaduais no combate à pandemia do coronavírus. Os que agirem com irresponsabilidade deverão voltar para o “fim da fila” nos investimentos do estado. 

Prefeitos querem vacina

Nesta semana em reunião que definiu a nova mesa diretora do Condemat, ocorrida na terça-feira, 05, os prefeitos de Arujá, Dr. Luís Camargo e de Santa Isabel Dr. Carlos Chinchilla assinaram o protocolo para aquisição de doses da vacina contra a Covid-19. No documento endereçado ao Instituto Butantan, os prefeitos solicitaram ainda a inclusão de profissionais da educação e segurança pública nos grupos prioritários para receberem a vacinação.   

Na quinta-feira, 07, o Butantan recebeu o comprovante de eficácia da Coronavac que varia de 78 a 100% a casos leves moderados e graves do novo coronavírus. O Governo Federal anunciou que irá comprar 100 milhões de doses da vacina.