Coronavírus e a matemática do isolamento pela prevenção

Isolamento tem por objetivo evitar o colapso total do Sistema Único de Saúde, sem prevenção, as cidades não possuem infraestrutura para atender todos os doentes

Saúde Em 21/03/2020 01:31:56

Por Érica Alcântara

Por recomendação do Ministério da Saúde, os municípios devem atuar fortemente na prevenção contra o Codiv-19. O principal objetivo do isolamento é evitar que muitas pessoas fiquem doentes ao mesmo tempo, principalmente aquelas mais vulneráveis que precisariam de suporte e internação. A matemática ajuda na conscientização:

Arujá

Arujá possui dois leitos de isolamento, um no Pronto Atendimento (PA) Central e um no Posto de Atendimento Médico (PAM) do Parque Rodrigo Barreto. 

Em casos graves, em que o paciente necessita de respirador mecânico, Arujá conta com cinco respiradores no PA Central e um no PAM Barreto

A população estimada arujaense, segundo o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, é de 89.824 pessoas. Em 2010, 8,3% da população tinha mais de 59 anos. Se aplicada a mesma relação, Arujá tem hoje 7.455 pessoas com 60 anos ou mais. 

Na Itália, 7,7% dos idosos infectados pelo Coronavírus morreram. Se a progressão da doença ocorresse em Arujá, na mesma proporção, a cidade viveria o luto pela morte de 574 idosos.

Santa Isabel

Em Santa Isabel há dois leitos de isolamento, um na UPA – Unidade de Pronto Atendimento e outro na Santa Casa. Há seis leitos de Unidade de Terapia Intensiva – UTI (que não são exclusivas para problemas respiratórios) e a cidade dispõe nestes dois núcleos de saúde o total de 10 aparelhos de suporte respiratórios, alguns já estão em uso por pacientes enfartados ou portadores de outra doença respiratória. 

A população estimada de Santa Isabel, segundo o Censo, é de 57.386 pessoas. Em 2010, 10,8% da população tinha mais de 59 anos. Se aplicada a mesma relação, Santa Isabel tem hoje 6.197 pessoas com 60 anos ou mais.

Novamente, se a progressão da doença ocorresse em Santa Isabel, na mesma proporção que ocorreu na Itália, a cidade viveria o luto pela morte de 477 idosos.

Igaratá

O município igarataense não dispõe de UPA, nem hospital, pacientes com complicações são encaminhados para os hospitais de referência do Vale do Paraíba. Por se tratar de Unidade Mista de Atendimento em Saúde, o único aparelho de suporte respiratório fica na ambulância do SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

A população estimada de Igaratá, segundo o Censo, é de 9.534 pessoas. Em 2010, 12,2% da população tinha mais de 59 anos. Se aplicada a mesma relação, Igaratá tem hoje 1.163 pessoas com 60 anos ou mais.

Se a progressão da doença ocorresse em Igaratá, na mesma proporção que ocorreu na Itália, a cidade viveria o luto pela morte de 89 idosos.