Comissão apresenta relatório com sugestão para melhorias nas Escolas

A Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social apresentou na quinta-feira,2, o relatório conclusivo da vistoria realizada nas escolas municipais entre os dias 12 de março e 26 de abril.

Educação Em 06/05/2013 02:50:34

A Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social apresentou na quinta-feira,2, o relatório conclusivo da vistoria realizada nas escolas municipais entre os dias 12 de março e 26 de abril.

Os vereadores Rogério da Padaria e Júlio do Kaikan visitaram 38 unidades escolares da prefeitura, mais a creche Acalanto e a APAE, que são instituições subsidiadas.

O objetivo da vistoria foi conhecer de perto os problemas que cada escola tem enfrentado, seja em infraestrutura ou falta de funcionários. Desta forma, foi produzido um relatório individual de cada escola e outro relatório conclusivo que aponta sugestão de melhorias para as deficiências encontradas.

Na parte da manhã os vereadores entregaram cópia do processo para o prefeito Abel Larini na prefeitura. Os secretários de Educação, Gorete Alencar e de Obras, Juvenal Penteado participaram da reunião. Foram entregues 39 pastas e um relatório conclusivo de 38 páginas.

A Comissão explicou para o prefeito que o levantamento não avaliou o aspecto pedagógico, e sim a parte de infraestrutura dos prédios e a contratação dos profissionais.

Em resumo às 60 sugestões de melhorias contidas no relatório entre as principais estão a contratação de uma equipe de manutenção exclusiva para o atendimento das escolas. Atualmente, as unidades recebem reparos dos poucos funcionários da Colepav, que presta serviço em todas as secretarias.

A maioria dos problemas de infraestrutura encontrados não existiria se houvesse uma equipe grande de funcionários que fizesse a manutenção preventiva nos prédios.

Os vereadores citaram também a intensificação das rondas com os Guardas Municipais nos prédios no período noturno e nos finais de semana para coibir vandalismo e furtos.

A convocação de profissionais que passaram no concurso também é emergencial. Levantamento da Comissão mostra que são necessários mais de 50 servidores - merendeiras, serventes, coordenadores pedagógicos, professores especialistas, entre outros - a mais do que os atuais para suprir o déficit atual e para iniciar o funcionamento das CMEIs Maria Lopes Esmeraldo, na Vila Pilar e Pedra Maria do Rosário, no Arujamérica.

O Executivo explicou que está em estudo orçamentário a criação ou a contratação de uma equipe de manutenção para as escolas. A segurança patrimonial também já está sendo reforçada com equipamentos e em breve uma equipe de vigilância será contratada.

Por fim, Executivo e Legislativo discutiram sobre a contratação de funcionários. Gorette informou que já convocou cerca de 30 pessoas para diversas vagas e que agora aguarda o período de 30 dias para que os interessados se apresentem. Devido a este prazo de aceitação, a secretaria, informa Gorette, já teve de fazer uma segunda convocação para determinados cargos, pois os aprovados tem o costume de segurar a vaga até o final dos 30 dias para depois avisar que não interesse de assumir a função. Tal prática, de acordo com a prefeitura, prejudica consideravelmente a contratação dos profissionais.

Parceria

Durante a coletiva de imprensa realizada na tarde do mesmo dia os vereadores esclareceram que o objetivo da vistoria não foi acusar o Executivo de ingerência, mas sim somar esforços para elaborar um plano de trabalho e assim melhorar as unidades escolares.

  • Na Câmara, com secretários e profissionais da Educação/CMA
  • (Da esq. para dir.) Rogério, Gorette Alencar, Juvenal Penteado, Abel Larini e Júlio: cópia entregue ao prefeito/CMA
  • Rogério e Júlio do Kaikan falam sobre as conclusões do trabalho da Comissão/CMA

Fonte: