Combate à dengue

Mais que dobrou o número de casos confirmados de dengue em Arujá. Vereadora distribui sementes para ajudar a combater o mosquito

Saúde Em 05/04/2019 21:57:44

por: Érica Alcântara

Do dia 22/03 para o dia 05/04, além das duas ocorrências importadas, subiu de 07 para 17 o número de casos autóctones de dengue em Arujá. Santa Isabel mantém um caso confirmado da doença e Igaratá ainda não tem registro de casos da doença em 2019.

Como forma de combate e prevenção, Arujá e Santa Isabel promovem nebulização (aplicação de inseticida), ações de bloqueio e porta a porta, entrega de material informativo e remoção de objetos inservíveis. 

A vereadora de Arujá Cris do Barreto, com o apoio dos jovens da Guarda Municipal, distribuiu ontem, 05/04, cerca de 10 mil sementes de Crotalária, planta que atrai a libélula, inseto predador do mosquito transmissor da dengue, zica e chikungunya, o Aedes Aegypti. 

Em dezembro do ano passado, o Ministério da Saúde divulgou uma nota com o levantamento rápido de índices de infestação pelo Aedes Aegypti (LIRAa), neste documento Arujá é a única cidade do Alto Tietê com risco de sofrer um surto das doenças transmitidas pelo mosquito.

Apesar dos alertas, o município ainda sofre no trabalho de combate à doenças com os trotes, que prejudicam o atendimento oferecido pelo Disque-Dengue de Arujá: 0800 788 8882. “Quando a equipe sai para averiguar uma situação que na verdade é um trote, perde a oportunidade de atuar em um local em que a necessidade realmente existe”, explica a diretora de Vigilância em Saúde Mirian Miletti.