Cidade mantém a tradição de tapetes em Corpus Christi

Cerca de 500 voluntários trabalharam em média quatro horas para cobrir quase toda a extensão da avenida República, em Santa Isabel

Cidades Em 27/05/2016 20:36:27

 

 

Cerca de 500 voluntários trabalharam em média quatro horas para cobrir quase toda a extensão da avenida República, em Santa Isabel, com tapetes de serragem colorida, pó de café, sal, cal, tampas de bebidas e recortes de papel para a tradicional procissão de Corpus Christi.

Os trabalhos começaram por volta das quatro horas da manhã de quinta-feira passada (26/05) e se estenderam até pouco antes do meio dia. Eram crianças, jovens e idosos ligados a movimentos da igreja católica além de alguns estabelecimentos comerciais e de serviços que manifestaram a sua fé através da confecção de uma herança cultural portuguesa resgatada em Santa Isabel em 1999.

Enquanto populares desfilavam observando e fotografando o colorido e as formas dos tapetes que celebravam a fé, crianças zigzagueavam em torno dos desenhos numa aventura repleta de emoção, idosos eram empurrados em cadeiras de rodas vislumbrando uma das mais bonitas manifestações religiosas da cidade.

Ao final do dia, após a passagem da procissão, oito garis da prefeitura retiraram mais de uma tonelada de materiais diversos da avenida. Ao todo foram 120 tapetes que enfeitaram 500 metros da principal avenida da cidade. (Veja mais em vídeo no www. jornalouvidor.com.br)