Bonsucesso ganha espaço comunitário

Parceria da Prefeitura de Igaratá recupera escola abandonada com objetivo de engajar a comunidade e melhorar a qualidade de vida da população local

Cidades Em 22/09/2017 21:58:25

Na última quarta-feira, dia 20, a comissão da Secretaria Municipal de Educação de Igaratá entregou o prédio da antiga escola do bairro do Bonsucesso recuperada e pronta para uso da comunidade. A recuperação da escola abandonada há mais de oito anos é resultado da parceria entre a prefeitura de Igaratá e o Grupo Votorantim, dentro do projeto da empresa pela Educação (PVE).

O projeto é constituído de três eixos, o primeiro formado pelos técnicos formadores, o segundo de mobilização da comunidade e a transformação do espaço e o terceiro englobando todos os projetos do município, denominado “Criativos na Escola”. Formado basicamente de professores todos os três eixos contaram com a participação de Pedrina Bueno e Ana Castro no primeiro; Giusepina e Tais no segundo eixo e toda a comunidade no terceiro.

A proposta é fazer com que comunidade e famílias ajudem crianças e jovens a ver a educação como um bem fundamental para o desenvolvimento integral, e que a escola faça parte do dia a dia, como um valor familiar e da comunidade. -  “A ação desse projeto foi muito linda, foi um trabalho maravilhoso com a comunidade do Bonsucesso, com a equipe gestora e mobilizadora. Cada conversa, reuniões, palestras, valeram a pena” relata Giusepina Guglielmo.

Funcionários da comunidade, da Votorantim e funcionários da Prefeitura revitalizaram as instalações da antiga escola, deixando-a com uma melhor aparência e a partir da próxima semana os novos projetos irão utilizar o prédio para suas oficinas. Ali serão ministradas aulas de alfabetização, leitura, violão e música e artes plásticas. No esporte serão ministrados capoeira e ginástica (Pilates).

A vice-prefeita Nedi Prianti representou o Prefeito Celso Palau e aproveitou-se para homenagear antigos moradores do bairro que se dedicaram à comunidade. Prestigiaram também o evento o secretário da educação Mauro Siqueira, o secretário de esportes Benjamim de Lima. Pela Votorantim, Ana Luiza Reis da Fíbria; a coordenadora da CEDAC, Beatriz Telles. A comunidade do Bonsucesso também se fez representar junto com diretores, coordenadores, professores e alunos da rede municipal que apresentaram danças, cantos e versos animando o público presente. 

Nada é o que parece

O título de responsabilidade social pretendido pelo Grupo Votorantim com a recuperação do espaço passou longe do discurso. Funcionários da Prefeitura que atuaram nos trabalhos reconhecem que a atuação das pessoas foi louvável e intensa, mas a empresa não gastou um centavo sequer no processo.

Uma professora conta que os profissionais trazidos pela empresa, de fato trabalharam arduamente, como voluntários no fim de semana, mas da tinta aos pregos todas as despesas couberam à Prefeitura. Inclusive, apontam, cuidados fundamentais como a recuperação do telhado, das vidraças e do alambrado no entorno do prédio foram desconhecidos pelos técnicos da empresa que avaliaram o local: - Como a Prefeitura não tinha recursos para fazer esses reparos, a empresa deveria ter proporcionado. Para uma empresa que usa do território de Igaratá para a produção de matéria prima com isenção de impostos, o mínimo que se espera é um investimento descente, sem discursos.