Bebê tem rosto cortado durante Cesária

20 horas de parto e foi necessário fazer a cesariana, o bisturi usado para abrir o ventre cortou o rosto do recém-nascido

Saúde Em 10/05/2019 22:47:33

O avô da criança é quem tornou pública a questão, na terça-feira, dia 07/05, a filha de J.B.D. deu entrada na Maternidade de Arujá para conceder seu bebê. “Ela entrou na maternidade às 8h com a bolsa estourada, o parto foi feito 20h depois e ainda cortaram o rosto da criança”, disse o avô.

Pelas redes sociais, o avô do recém-nascido disse que “cortaram o rosto da criança, porque era troca de plantão e o médico tinha pressa”, afirmou insinuando que sofreram com outros problemas de atendimento.  

Por outro lado, a Secretaria de Saúde de Arujá informou que o cogestor da unidade de saúde, Dr. Martino Piatto, durante sua fiscalização diária, tomou conhecimento do problema e solicitou esclarecimentos ao Instituto de Desenvolvimento de Gestão, Tecnologia e Pesquisa em Saúde e Assistência Social (IDGT), responsável pela gestão da Maternidade Municipal.

De acordo com o IDGT, a paciente entrou em trabalho de parto normal, dentro do esperado. Porém, a cabeça do bebê estava numa posição desfavorável e a opção foi fazer uma cesariana. Devido ao posicionamento fetal, o segmento uterino já estava extremamente fino e, quando foi feita a incisão para a cesárea, o rosto do bebê acabou sendo atingido. 

“O acidente causou um ferimento superficial, que cicatrizará em pouco tempo e não deixará sequelas. Os médicos informaram o fato à família, explicando o ocorrido. Toda a assistência necessária foi prestada ao bebê e familiares pela Maternidade", reitera a IDGT.

A Secretária de Saúde, Carmem de Araujo Pellegrino, lamentou o ocorrido e informa que também encaminhará um profissional da Pasta para prestar a assistência necessária à família.