App 153: Mulher aciona botão Maria da Penha e GCM prende agressor

Após receber um alerta acionado pelo botão Maria da Penha do aplicativo 153 Cidadão, a Guarda Civil Municipal prendeu um homem que descumpriu uma medida protetiva judicial e tentou agredir a ex-companheira.

Segurança Pública Em 06/11/2019 19:11:52

por Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Arujá

Após receber um alerta acionado pelo botão Maria da Penha do aplicativo 153 Cidadão, a Guarda Civil Municipal prendeu um homem que descumpriu uma medida protetiva judicial e tentou agredir a ex-companheira. A atitude dela permitiu que uma equipe da GCM chegasse rapidamente ao local, no Parque Rodrigo Barreto, e garantisse sua integridade física. O homem foi levado à Delegacia e preso em flagrante.

 “Enquanto uma ligação pode demorar para ser atendida ou expor mais a vítima, se ela estiver próxima de seu agressor, em uma situação de risco extremo, por exemplo, o aplicativo só precisa de dois cliques para gerar a ocorrência. Por isso orientamos os cidadãos a baixarem o 153 Cidadão em seus celulares”, explica o secretário de Segurança Pública, Carlos Roberto Vissechi.

 As ocorrências solicitadas por meio do App chegam em tempo real à central da Guarda Civil Municipal, indicando quem é o responsável pela chamada e o local dos fatos.

 Ele pode ser instalado em tablets e smartphones de qualquer pessoa. No entanto, o botão Maria da Penha é restrito para mulheres com medida protetiva em seu favor. Já a função Pânico é habilitada em casos e para pessoas específicas, como diretores de escolas e servidores de unidades de saúde, entre outros.

 

 A GCM de Arujá também pode ser acionada pelo telefone 153.