Aneel manda Elektro pagar a conta do povo

Agência constatou que a Elektro transgrediu os limites de interrupções de fornecimento de energia

Cidades Em 25/01/2019 18:44:37

Reportagem: Érica Alcântara

A Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel em resposta a reclamação realizada pela Prefeita Fábia Porto em novembro de 2018, protocolada diretamente em Brasília, informou nesta semana que a Elektro deverá ressarcir todo isabelense em razão das interrupções no abastecimento de energia.

“Nós nunca nos omitimos em relação ao transtorno causado pela falta de energia, pelo contrário. Realizamos no próximo dia 04/02 uma licitação aberta, transparente, para contratar uma empresa que assuma a manutenção da iluminação pública. Mas o abastecimento de energia continua sendo de responsabilidade da Elektro e ela deve realizar as melhorias exigidas pela Aneel para atender a nossa população”, diz Fábia Porto.

A Aneel informou para a Prefeita que analisou os indicadores de qualidade de serviço prestado e eles demonstram que a Elektro transgrediu em 2018 com os limites aceitáveis de interrupções e frequência de interrupções.

“A transgressão enseja o pagamento de compensação ao consumidor, cujo valor deverá ser informado na fatura”, informa a Aneel.

A Elektro justificou que as interrupções ocorrem em razão da queda de vegetação na rede, descargas atmosféricas e falha de equipamento. “Para melhorar o serviço a Elektro se comprometeu com a Aneel a instalar 7,7km de rede compacta e instalação de 5 (cinco) religadores.

Conquista compartilhada

A conquista da prefeita Fábia Porto poderá beneficiar outros municípios em que a Elektro atua, pois, o Painel de Desempenho das Distribuidoras de Energia Elétrica, disponível no site da Aneel, mostra que a Elektro não atingiu índices satisfatórios em Santa Isabel, Arujá, Igaratá  e Bom Jesus dos Perdões. Entre estas cidades, Igaratá é o município mais prejudicado onde há maior duração e frequência de interrupções no abastecimento de energia. (veja o painel no site do Ouvidor)