A saúde em mãos técnicas

A secretaria de Saúde de Santa Isabel está sob a direção de Estela Santana. Em relação as ambulâncias, ela explica todas as medidas que já adotou para sanar as falhas que vinham ocorrendo

Saúde Em 01/11/2018 21:45:13

Estela Santana é a nova secretária de Saúde de Santa Isabel. Na Pasta há cinco anos como diretora de Vigilância em Saúde, Estela comandou uma equipe que conseguiu com poucos recursos na época combater a epidemia de dengue que assolou Santa Isabel em 2015, quando a cidade registrou 223 casos confirmados da doença e ainda levou o município a ser destaque na região com a melhor cobertura vacinal de febre amarela no período de surto da doença no Estado no ano passado. A nova Secretária promete rever contratos. 

Com a saída de Cleber Vinicius na semana passada e a recusa do vice-prefeito, Carlos Chinchilla de assumir a Secretaria, após convite público da Prefeita Fábia Porto, Estela foi a opção técnica para o comando da Pasta que mais afeta a vida da cidade.   

Graduada em enfermagem e especializada em Urgência e Emergência e Saúde da Família pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Estela tem 15 anos de carreira dedicada a Santa Isabel, cidade onde nasceu. Foi enfermeira por 10 anos nas Estratégias e Saúde da Família (ESF’s), saiu em 2013 a convite do ex-prefeito Padre Gabriel Bina para assumir a diretoria de Vigilância em Saúde onde está até hoje. Apesar de ser a nova Secretária, Estela não deixou a diretoria que diretamente agrega importantes setores como Vigilâncias Sanitária, Epidemiológica, Nutricional, além de Zoonose, Departamento de Endemias e Saúde do Trabalhador. 

Estela promete rever todos os principais contratos da saúde entre eles o da Caminho de Damasco, Medic Pharm (administração das farmácias do município) e da Santa Casa (convênio e gestão da Unidade de Pronto Atendimento – UPA): “Já disse para a Prefeita, assim que assumi, que pretendo rever estes contratos e analisá-los minuciosamente, onde houver gastos desnecessários não há dúvida que vamos cortá-los”, garantiu. O Canil Municipal será outro entrave da Secretária que necessita de melhorias e mudanças: “Estamos em diálogo aberto com a secretaria de Meio Ambiente para a transferência definitiva do departamento de saúde e bem-estar animal para eles”, diz.

A prioridade da gestão de Estela será colocar para funcionar ainda nesta semana a nova equipe de socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que trabalhará em conjunto com o Cresamu.: “Vimos que é necessário manter mais uma equipe por conta principalmente da nossa extensão territorial. Embora o Ministério da Saúde preconize que para cidades com até 100 mil habitantes tenha apenas uma equipe SAMU”, explica. 

A nova equipe será composta pelos ex-socorristas que já trabalhavam no SAMU antes da terceirização do setor, estes profissionais estavam agregados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) Brotas e Av. Brasil, onde faziam serviços de enfermagem. De acordo com Estela, estes funcionários já são concursados e o único custo a mais que o município terá será com o custeio de combustível e manutenção dos veículos: “A folha de pagamento destes funcionários o município já paga, eles só serão realocados dos postos de saúde e voltam aos serviços de origem. A nova equipe será composta por dez profissionais entre motoristas, auxiliares de enfermagem e enfermeira técnica. Todos os treinamentos, referência para transferência e medicamentos e insumos serão ofertados pelo Cresamu”, acrescenta. 

Estela é presidente do Comitê de Mortalidade Materna e Infantil e do Conselho Municipal de Saúde da cidade. É a oitava pessoa a assumir a Pasta nos últimos seis anos, de todos os ex-secretários apenas Estela, Arlete Pinheiro e Michele Moreira Mendonça, essas últimas duas na gestão Pe. Gabriel Bina foram as únicas profissionais técnicas com formação e experiência em saúde a assumir o comando da Pasta. 

“Busquei até aqui fazer o melhor para a Diretoria de Vigilância Sanitária e agora farei o meu melhor para toda a Secretaria junto com cada profissional que trabalha diariamente para a qualidade constante desta Pasta e de seus importantes setores”, finaliza.