A-Deus à Gerson Meireles

Igaratá chora a perda do médico morto em acidente de trânsito na Rodovia Dom Pedro I

Cidades Em 18/05/2018 20:06:16

por Érica Alcântara

Não houve tempo de despedida, na madrugada de sábado, 12/05, Gerson Meireles morreu aos 36 anos sob o emaranhado de ferragens do seu próprio carro, capotado na Rodovia Dom Pedro I.

No velório municipal de Igaratá, uma legião de amigos esteve presente, alguns choraram como irmãos ao lado do caixão, outros disseram adeus pela internet. Ninguém queria acreditar e a cidade pareceu sofrer inteira a perda do médico da família. “Ele ouvia, entende? Não era só tratar a doença do corpo, Gerson escutava e de algum modo tratava também as mazelas da alma”, descreve uma enfermeira que trabalhou ao seu lado. 

Admirado por muitos, aparentemente Gerson também foi amado e desejado por muitas mulheres e de nenhuma se ouviu rancor de corações partidos. Qualquer homenagem parece pequena pelo tanto que o Médico conquistou, mas todas que vierem serão válidas e bem-vindas e seus amigos falam disso entre si, melhor guardar bons momentos e lições que ele deixou. 

Na quinta-feira, a namorada de Gerson publicou em seu perfil (in memoria) que hoje, sábado dia 19/05, será celebrada uma missa para ele, na igreja Nossa Senhora do Patrocínio, em Igaratá às 19h. 

O acidente

O acidente aconteceu por volta das 5h30 da manhã. No carro de Gerson havia mais cinco pessoas, todos ficaram gravemente feridos. Algumas testemunhas contam que o médico havia consumido bebida alcoólica e uma das passageiras chegou a tentar trocar de carona, pois sentiu que não estava segura. Algumas das vítimas do acidente já receberam alta. O corpo de Gerson foi sepultado na segunda-feira, 14/05, em Brasiléia, no Acre.